Se o universo surgiu a um tempo finito atrás e está em expansão, ele não deveria ter também um tamanho finito? Nesse caso, haveria bordas, paredes? Não poderíamos quebrá-las?

Boa tarde,
boa pergunta!
De fato, a parte do Universo que podemos observar é finita, justamente, por que a luz não pode ter vindo do infinito até nós em um tempo finito. Mas isto não impede que o Universo continue infinitamente além da parte que conseguimos observar. Neste caso, o Universo é infinito desde o começo. O que está expandido é a escala do espaço, por exemplo as distâncias entre as galáxias. Atualmente, as medidas indicam que a geometria do Universo é "plana" (euclidiana) em grandes escalas, o que sugere que ele realmente é infinito.
Há também teorias, segundo aquelas o Universo poderia ser curvo, similar à superfície de uma bola, mas com uma dimensão a mais (uma supérfície 3D de uma bola 4D). Neste caso, o Universo poderia ser finito, igual à superfície de uma bola. Mas mesmo assim ele não teria paredes ou bordas, igual como a superfície de uma bola não tem borda. E, como dito, os dados atualmente não favorecem estas teorias.
Espero ter ajudado. Infelizmente, estas coisas são um pouco difíceis de visualizar. Fique à vontado para fazer mais perguntas.
Abraço!