Ask @collimariah:

o que o amor não pode vencer?

marian
O desrespeito. A desconfiança. O medo. A busca constante em controlar o outro, moldar o outro, ser "dono" do outro.
No caso, o amor da parte de quem sofre. Quem ama não age dessa maneira.
O amor pode ser importante, mas, sozinho, não é capaz de segurar as pontas por muito tempo, independente da espécie da relação. Não sob condições tão lamentáveis e que deterioram qualquer conexão.

View more

O ciúmes é algo bom ou não ? Ou não a como explicar?

Vamos ver...
Egoísmo. Insegurança. Sentimento de posse. Mais insegurança. Imaturidade emocional. Dependência. Instabilidade.
Não é algo saudável, não é nem mesmo algo RACIONAL, logo, não tem essa potencialidade.
O ciúme, de fato, nunca representou e nunca se converterá em algo positivo ou que proporcione algum bem-estar.
Em hipótese nenhuma deve ser confundido com amor - por si mesmo, pelo outro -, porque ele retrata exatamente o contrário.
O ciúme só agride e afasta.

View more

Você acha que o Bolsonaro é da extrema direita?

Vader
Ele até que se esforça, se inspira na direita republicana dos EUA, que é bem mais consistente que a direita brasileira, é simpatizante do Trump, porém é um fraco, um despreparado, um incoerente. Uma caricatura do conservador padrão: movido pelos princípios cristãos e pela intolerância à violência. Grande parcela da população possui a mesma mentalidade que ele, apenas não a verbalizava antes - ser militante esquerdista está no mainstream. Bolsonaro comove e arrasta multidões através de discursos "polêmicos", como a esquerda também faz, do seu jeito próprio. Ainda que seja rejeitado, ele ainda recebe bastante atenção. Nisso, admito, ele foi inteligente: conquistou relevância e se estabeleceu na plataforma mais popular e abrangente da atualidade, o Facebook. Uma parte dos brasileiros, por muito tempo contida, se sentiu representada por ele, além de ser influenciada pela forte ressaca da onda de corrupção, simbolizada pela "oposição". A ocasião fê-lo presidente. Enfim... Veremos o que ele tem a oferecer de fato ao decorrer do seu governo. Para mim, é só mais um estatista.

View more

Se hoje fosse o fim de tudo, o que tu diria pra quem mais odeia?

Posso nutrir ressentimentos, mas não odeio ninguém. Não tenho isso em mim, vai contra o que eu acredito e desejo para a minha vida. Tento praticar o perdão sempre que sinto a necessidade, não apenas em situações emergenciais. O tempo é um bem precioso demais para ser gasto com sentimentos negativos que não podem trazer nenhum ensinamento.

View more

Qual a importância em se ser uma pessoa solícita?

Ser solícito está além de um simples gesto de cortesia. Faz parte do pacote da empatia, penso eu. É um valor de caráter pessoal.
Mesmo que algumas pessoas tenham dificuldade em ajudar no sentido prático, estarem dispostas a ouvir também é uma forma de sê-lo, de fazer algo significativo. Ainda que não seja relevante de fato, é uma atitude do bem. Sua real importância, só quem necessita dela é que pode mensurar.
Eu, particularmente, me sinto muito feliz quando sou procurada e prezo pela gentileza acima de quase tudo nessa vida. Se irão ou não abusar da minha boa vontade, isso diz respeito a quem eles são, não como eu sou ou deveria ser.

View more

Você tem parentes esquisitos?

Na verdade, EU sou a esquisita da minha família.
Sou e penso bem diferente dos meus parentes; séria, discreta, reservada, introvertida - a isolada. Não faço de conta que gosto de todos, como a maioria faz, apesar de sempre agir de maneira cordial. Não me pareço com ninguém, nem mesmo fisicamente. Pouquíssimos respeitam o meu jeito e realmente me importam, isso nas duas partes.
Tenho uma relação próxima apenas com os meus pais, como tinha também com a minha avó paterna antes dela vir a falecer, tendo me servido como uma mãe maravilhosa. E, sinceramente, eles são mais que suficientes para mim. Não faço questão de parecer "normal" para ninguém, de qualquer modo.

View more

você tem algum bem material (livro, roupa, mimo, etc) que captura a essência de quem te presenteou com ele? o que esse bem te transmite?

marian
Meus anéis, brincos, colares, gargantilhas e seus respectivos pingentes são muito importantes para mim. Boa parte dos meus acessórios foram herdados, passados de geração em geração até chegarem aqui. Tem um colar em especial que ganhei da minha avó paterna quando fiz 15 anos. Nunca mais tirei. Ele veio a arrebentar enquanto eu estava na enfermaria, após minha avó ter sofrido um AVC, em 2015. Foi um tanto bizarro. Fiquei um período sem usar nada, até mandar arrumá-lo. Ele me passa uma sensação de proteção fortíssima, ainda mais depois que perdi minha avó. Eu me sinto mal de verdade quando estou sem ele... Exposta de um jeito ruim. Não sei explicar, a energia dele é bastante intensa.

View more

Como tu costumas reagir quando se sente desafiado por algo ou alguém?

V∅ID DSTV
Depende. Algumas pessoas são pretensiosas e desafiam por pura diversão e provocação, para terem um pouco de atenção do alvo, mesmo que uma atenção negativa.
Aceito desafios que possam me fazer crescer, amadurecer, enxergar as minhas falhas. Só me coloco em situações que me permitam aprendizados. Se não me adicionam em nada, simplesmente as ignoro. É preciso bastante cuidado sobre onde e em quem se investe a própria energia. Tempo não se recupera.

View more

Qual a relação entre Ego e Sombra? Qual é sua opinião sobre a psicologia Junguiana?

O Ego e a Sombra são arquétipos que se complementam na estrutura da personalidade.
A Sombra é o que foge do foco do consciente. Tida como o instinto animal que necessita de domesticação, ela envolve traços ocultos que são moralmente inaceitáveis. São medos, defeitos, vícios, desejos e impulsos inadequados; exs: a crueldade, a ânsia por poder, a ambição por aquilo que é desaprovado, entre incentivos menos extremos.
Quando somos tomados por uma energia que não compreendemos ao reagirmos diante determinadas situações, essa energia é a Sombra.
Por outro lado, a Sombra também é responsável pela espontaneidade POSITIVA, como a capacidade de ser criativo, a rapidez em compreender coisas, além de ajudar exponencialmente no desenvolvimento das emoções mais profundas.
O Ego, sob o olhar junguiano, é bem mais complexo do que normalmente imaginamos. Ele é o organizador dos nossos pensamentos, fornecendo direção, planejamento, relevância e análise racional. Assim, é ele que media as influências da Sombra na conduta humana.
De qualquer forma, essa tarefa não precisa ser exclusiva do Ego.
Quanto mais nos dispormos a olhar diretamente para as nossas manchas escuras, mas habilidade adquirimos para moldá-las - não extingui-las - e evitar que tomem conta do nosso ser por completo.
_
A Psicologia Analítica é uma das minhas escolas favoritas. Mesmo adotando a lógica de Freud, eu vejo sentido em inúmeras ideias de Jung, inclusive em algumas que se contrariam abertamente da própria Psicanálise. Olhando pelo lado funcional, ela é uma das mais coesas e atuais da história da Psicologia.

View more

Já sofreu relacionamento abusivo?

Amanda Sounn
Já vivenciei relacionamentos abusivos, em variados níveis, em tipos distintos de relações, e já tomei atitudes abusivas no começo da minha vida amorosa.
O potencial tóxico não existe apenas dentro do outro. O primeiro passo para evitá-lo é ter consciência e reconhecer a própria responsabilidade.

View more

Qual sua ideologia política?

Victor
Minha ideologia política é apolítica. Defendo a liberdade, sem condicionamentos. Sou anarquista, libertária, capitalista de livre mercado... Como queiram rotular, não me importo. Não milito, não debato, nem sequer discuto mais sobre. Não faço questão de convencer nem converter massa nenhuma. Já tem dois anos que não participo do meio. Como a respeito de qualquer assunto que se possa imaginar, o problema maior são sempre os seguidores, o "fandom" e os absurdos que ele propaga. Hoje, me sinto muito mais consciente e próxima da essência que melhor me comporta. Agir de acordo com o que acredito me basta; coisa que pouquíssimos fazem, independente das suas convicções.

View more

Você odeia coisa que todo mundo gosta? Por exemplo: eu odeio sorvete. Conte-me.

Fernanda
A única coisa em que fui capaz de pensar foi balada, o resto é suportável. Detesto lugares lotados e barulhentos, de verdade. Não vejo a menor graça em tomar porre, beijar todo mundo numa só noite e comportamentos inconsequentes afins. Sou bastante quieta e caseira.

View more

Next