Ask @raycjay:

http://freetexthost.com/r22ubklrk1

Cara, desculpa, mas sua fala está errada em MUITOS aspectos. Exatamente, como você disse, o aborto é permitido em CRIMES DE ESTUPRO, onde a mulher chega no hospital e consegue provar que foi estuporada, mas e se a mulher não consegue provar? E se o estupro aconteceu com o próprio namorado/marido? E se ela vem sofrendo abusos psicológicos dentro de casa e foi coagida a transar? E se ela estava bêbada e transou sem estar em plenas condições de negar ou impedir o que estava acontecendo? E se a camisinha furou, e se a pílula falhou, e se o cara enganou ela? Ela que se foda e carregue o erro dos outros? Acha isso justo? E você realmente acha que COLOCAR PARA ADOÇÃO é a solução de todos os problemas? Moça, me perdoa, mas eu prefiro acreditar que você está sendo INGÊNUA. Sabe o que a maioria dos pais que estão adotando no Brasil procura? Crianças menores de um ano, brancas e sem nenhum problema - isso eu não estou inventando, são as estatísticas. Sabe o que mais tem para adoção no nosso país? Crianças negras, maiores de 1 ano e com problemas de saúde, com históricos de vício na família, com pais e mães presos, com um histórico de abuso sofrido na infância (abusos esses cometidos porque a mulher não pôde abortar) - e são essas crianças que nunca serão adotadas, que serão mal cuidadas pelo Estado e que vão crescer em um orfanato até os 18 anos. Não sei em que contexto social você vive, mas você PRECISA estourar a sua bolha de senso comum e ver que existem outras classes sociais além da que você vive e/ou imagina. "Você cometeu o erro, engravidou no momento errado, beleza, a culpa não é da criança, deixa ela nascer, depois disso, não é muito difícil achar alguém que queira criar mas privar alguém de viver apenas por futilidade?" Ou seja, pra você SÓ a mulher cometeu o erro, não é mesmo? E o aborto paterno? E o cara que na hora do sexo insiste para que seja sem camisinha, mas que depois some e desaparece da face da terra assim que descobre que a mulher engravidou? E a vida dela? E o que ela vai ter que suportar na nossa sociedade? Não é uma criança, existem estudos que dizem que até algum tempo de gestão é só um amontoado de células - esse amontoado de células vale mais do que a vida de uma mulher já formada? Gata, por favor, vá se informar das coisas, vai entender a sociedade em que você vive. MUITO fácil uma mulher branca classe média engravidar sem querer e querer dar para adoção depois, ela vai ter 9 meses de amparo e de ajuda, mas e a mulher favelada que não pode se dar ao luxo de parar de trabalhar? E a aluna do ProUni que conseguiu finalmente uma vaga na universidade e agora vai ter que desistir do próprio sonho? Põe a mão na consciência, coloque-se no lugar da outra. Miga, a gente tem que se ajudar, a gente não é inimiga da mulher, somos todas mulheres e mulheres precisam se apoiar. Leia mais, se informe mais, viva mais, SAIA da sua bolha de senso comum e conforto, e você vai ver o mundo muito diferente daquele que você acha que vive.

View more

[OS 12 SIGNOS DE VALENTINA - SINOPSE]

Raynha dos Unicórnios
"Isadora foi traída; depois de cinco anos de namoro, ela descobre da pior maneira possível que o seu relacionamento chegou ao fim. Agora, ela se vê em um dilema existencial que nem a sua auto-estima nem o seu orgulho sabem responder: "por que eu?"
E é no meio desse furacão de sentimentos confusos que ela consegue encontrar uma paz para o seu espírito. A culpa não é dela! A culpa é única e exclusivamente dos 12 signos do zodíaco!"

View more

[RAY NA BIENAL DO LIVRO: TODAS AS INFORMAÇÕES]

Raynha dos Unicórnios
*POR FAVOR, CURTAM ESSA ASK PARA DIVULGAÇÃO, NUNCA TE PEDI NADA*
O mistério e a espera acabaram. Vamos aos fatos!
Porém, antes de qualquer coisa, CONFIRMA PRESENÇA NO EVENTO: https://www.facebook.com/events/1233054313413092/ eu e a editora precisamos nos preparar psicologicamente para esse momento! :D
Faz 10 anos que eu tenho um único sonho. Dia 27 de Agosto de 2016, às 15h, esse sonho vai se realizar: terei um livro publicado, e ele será lançado na Bienal do Livro de São Paulo.
Eu gostaria que cada um de vocês pudesse participar, não para vender os livros, mas sim porque quero compartilhar esse momento especial com os meus amigos e familiares.
E também porque eu quero vender livros e ficar rica, então comprem pros amigos pros familiares pros desconhecidos pros inimigos e etc., beleza?
Agora vamos às perguntas que andei recebendo:
1. Qual livro, Ray?
R: "Os 12 Signos de Valentina", em toda a sua glória.
2. Ele vai estar diferente do Wattpad/Universo Paralelo?
R: Algumas coisinhas, mas não se preocupem, o Andrei continua lá.
3. Quanto vai custar?
R: Provavelmente, R$39,90 golpinhos.
4. Você só vai estar lá no dia 27?
R: Os autógrafos vão rolar dia 27 de Agosto, às 15h, mas eu vou estar na Bienal nos dois finais de semana pela tarde; se você só pode nos outros dias em que eu estarei, me avisa e a gente se encontra! ♥
5. Posso comprar pra minha amiga que mora longe e você autografa?
R: Deve!!!
6. O livro vai vender em livrarias posteriormente?
R: Sim! E quanto mais vocês pedirem ao redor do Brasil, mais o livro vai fazer sucesso, então quem não puder comparecer na Bienal, fique tranquilo, o livro vai chegar até você. :D
7. Qual stand? De qual Editora?
R: Stand 59 da Editora D'Carlos.
8. Vai ter brinde?
R: Vai ter marca página e outras coisinhas lindas!
9. Pode tirar foto com você?
R: Pode tirar foto, abraçar, beijar, cheirar, morder, gritar, chorar... faz o que o seu coraçãozinho tiver vontade!
10. Cadê o resto do conto O Natal dos Neves?
R: Estou super enrolada com os últimos preparativos do livro e o meu trabalho (pois é, meu trabalho não é ser escritora, por mais que eu quisesse muito), mas prometo que até o final dessa semana eu posto a segunda parte!
11. Até quando o livro vai ficar online?
R: Até um dia antes da Bienal do Livro de São Paulo, depois, vou deixar apenas os primeiros cinco capítulos, as fichas dos personagens e o conto "O Natal dos Neves" - estou sendo boazinha, então aproveitem! :D
Qualquer outra pergunta, posta aqui lá no evento que eu vou responder com todo prazer.
Espero vocês no dia mais feliz da minha existência! ♥

View more

Gente,

Raynha dos Unicórnios
eu acabei de voltar do velório de um dos melhores amigos do meu irmão e meu amigo também, 25 anos, acidente de carro. Eu consigo lidar melhor com a minha dor escrevendo, e eu ficava lembrando de vocês aqui do grupo, tantas meninas e meninos jovens, gente cheia de vida, de sonhos e de esperança. A vida dele foi interrompida no auge, na melhor idade, e eu não consigo me conformar... eu só queria pedir pra todo mundo aqui ter muito cuidado quando for entrar no carro de alguém, não beber e dirigir, conscientizar as pessoas que passaram da conta a não dirigir. Carro não é brinquedo, é a segunda pessoa próxima e jovem que eu perco por causa disso, e eu só queria que vocês dessem valor a vida de vocês e nunca brincassem com o destino desse jeito.
É só isso.
Fiquem seguras.
Amo vocês.

View more

[SPOILER - OS 12 SIGNOS DE VALENTINA - CAPÍTULO 38]

Raynha dos Unicórnios
O misterioso moço do e-mail ataca novamente.
Sexta-feira, no Wattpad e no Universo Paralelo! :D
"— Isa! — ele respondeu, beijando o meu rosto. — Eu confesso que estava de coração aberto para encontrar qualquer garota, porque eu gostei da sua personalidade, e não da sua aparência, mas preciso dizer que fiquei muito feliz por você ser tão bonita.
Nós ficamos de frente um para o outro, e eu pude reparar que ele era um palmo mais baixo do que eu. Aquilo não pareceu abalar a confiança do libriano, o que me surpreendeu bastante; quero dizer, quem não gostava de pessoas seguras de si?
'Então aqui finalmente está você', eu pensei, enquanto nos sentávamos nas poltronas confortáveis do café e eu o observava de perto. 'O cara que os astros dizem ser o certo para mim'."

View more

[SPOILER - OS 12 SIGNOS DE VALENTINA - CAPÍTULO 30]

Raynha dos Unicórnios
O capítulo será atualizado na sexta-feira, mas farei vocês sofrerem desde agora porque eu sou má, MUA HUA HUA.
"— Gostei dela — ele disse simplesmente, olhando para mim. — Agora eu sei de onde saiu toda a sua irreverência.
— Irreverência? Que palavra mais chique!
— Sim, hoje eu decidi que vou conversar como um virginiano — Andrei disse, levantando-se.
Eu estranhei o comentário, mas logo ele parou na minha frente e estendeu as mãos. Eu as aceitei e ele me levantou, abraçando-me em seguida.
— Amanhã, quem sabe, eu posso te levar para viajar sem destino, como um sagitariano faria — ele continuou, e nós começamos a dançar pela sala, mesmo sem nenhuma música como trilha sonora. — E depois, no final de semana, nós vamos a um rodízio de pizza e eu vou comer como um taurino. E eu vou poder pagar a conta por nós dois, porque trabalhei como um capricorniano a semana inteira!
— Eu não sabia que você gostava de astrologia — eu ronronei em seu ouvido, sentindo as mãos dele passearem pela minha cintura, o calor do corpo dele contra o meu.
— Eu não gostava — ele concordou, beijando o meu pescoço antes de continuar —, mas se a garota por quem o meu coração bate mais rápido é entendida no assunto, eu achei melhor dar uma pesquisada."

View more

[EU ACHO ENGRAÇADO]

Raynha dos Unicórnios
que quando eu estava numa boa, escrevendo para as minhas leitoras e com a minha rotina de sempre, a minha ask.fm também estava numa boa, sem ofensas e sem criancinha mimada por aqui. Aí agora que eu tive um pouco de reconhecimento, a minha caixa de mensagem lotou de gente amarga e triste, que não pode ver o outro feliz, porque a felicidade dos outros lembra a essas pessoas do quão tristes elas são.
Almas ruins que estão tentando me tirar do sério: vocês não vão conseguir. Eu tô falando sério, eu GOSTO de discutir com gente idiota, eu ADORO cala a boca de gente que não tem nem coragem de usar o próprio nome para ofender os outros, vocês só estão me divertindo. Vocês me dão pena, sinceramente, parem de passar vergonha na internet e vão ler um livro. Olha só, nem precisa ser o meu!

View more

[UMA NOVIDADE - MUITO AMOR]

Raynha dos Unicórnios
Oi gente, tudo bom? Eu sou a Raíssa Carolina Tavares Jacobucci, escrevo online desde os 13 anos e estou aqui hoje para tentar, MINIMAMENTE, agradecer por tudo o que vocês já fizeram por mim.
Eu sei que eu tenho leitoras que acompanharam Gossip Boys em andamento, e sei também que tenho leitoras que me conheceram somente agora, com Os 12 Signos de Valentina. Independente de quando você se tornou uma raynha, só de vocês estarem no meu mundo, eu já as considero muito importantes. Além disso, eu sei como é começar a escrever e só ter meia dúzia de melhores amigas como leitoras, que na realidade só leem a sua história porque você pediu.
Foi pensando nisso que eu resolvi me engajar mais com vocês, como vocês vêm se engajando comigo e com as minhas histórias há 9 anos.
"Beleza, Ray, desembucha que eu quero dormir."
Bom, eu vivo dizendo que quero ler coisas novas e ajudar quem começou a escrever (não que eu seja nenhum expert no assunto, mas qualquer ajuda é bem-vinda, né?), e resolvi colocar isso em prática agorinha mesmo. Assim, se você escreve e gostaria que eu lesse a sua história, copie o link dela nos comentários do link que eu vou deixar ali embaixo que eu vou ler e, uma vez por semana, vou divulgar uma história nova de vocês aqui na ask.fm, no meu grupo do FB e no meu twitter, com os meus pensamentos e avaliações.
Não se desesperem, eu não vou ser escrota e te mandar parar de escrever, nem vou dizer se você merece ou não publicar (como já tivemos alguns exemplos por aí, né?), o que eu quero com isso é tentar dar visibilidade para a sua história e poder, nem que seja um pouquinho, contribuir para que você melhore e vire a escritora 100% badass que eu sei que você nasceu para ser.
NÃO TENHAM MEDO/VERGONHA, todo mundo já começou do 0, se vocês forem ler Gossip Boys hoje, vão encontrar os erros MAIS MEDONHOS que poderiam - eu não estou aqui para criticar e ser escrota com ninguém, eu realmente quero conhecê-las melhor e tentar retribuir todo o carinho que vocês já me deram.
Dito isso, pretendo ler e divulgar as histórias em ordem de chegada - ou seja, a primeira a postar a história lá nos comentários, vai ganhar o primeiro post de divulgação no domingo que vem, e por aí vai! :D
Ah, não precisa ser uma história só sua, viu? Pode ser de uma amiga, um parente, seu pseudônimo que você não quer que ninguém saiba que existe, etc, etc, etc.
Amor se paga com mais amor, e eu preciso começar a agradecer por toda a divulgação que vocês fizeram para mim ao longo desses anos - se eu fosse rica, eu dava dinheiro, como eu não sou, posso dar meu simples ponto de vista.
Um beijão,
titia Ray
P.s.: link de onde comentar a sua história: https://www.facebook.com/groups/515079621903708/permalink/952706851474314/
P.s.2: você vai precisar entrar no meu grupo para conseguir comentar, mas só entre se quer estar lá e se já for minha leitora - se eu perceber que você entrou só para postar a história e saiu logo em seguida, eu nem vou me dar o trabalho de ler.

View more

PARA TODO MUNDO QUE VAI PRESTAR ENEM:

Raynha dos Unicórnios
Eu, como prestadora oficial de ENEM's (já prestei 3 vezes) vou dar algumas dicas:
1. Leve chocolate e água; chocolate para se concentrar, água para hidratar!
2. Comece pela redação - escreva o rascunho e parta para a prova. Depois de terminar tudo, volte para a redação. Você vai estar descasada e vai ter uma visão mais "crítica" do que escreveu.
3. Não sabe uma questão? Não fique quebrando a cabeça, chute e parta para uma que saiba a resposta.
4. Comece pelas matérias que tem facilidade!
5. Não se desespere.
6. Não caia na besteira de voltar para perguntas já respondida - você pode se confundir e acabar mudando uma resposta correta.
BOA SORTE PARA TODOS VOCÊS!
Tenho certeza que todos vão arrasar.
E domingo, depois que tudo passar, eu vou atualizar outro capítulo de Os 12 Signos de Valentina para vocês acalmarem a mente.
<3

View more

[AJUDA A TIA RAY - VOTAÇÃO WATTYS 2016]

Raynha dos Unicórnios
Oi gente, tudo bão?
Então, amanhã é a votação do prêmio Wattys para voto popular. Como vocês devem saber, eu gostaria MUITO MUITO MUITO mesmo de ganhar esse prêmio, porque seria mais um incentivo para as Editoras acreditaram em mim, e acreditaram que "Os 12 Signos de Valentina" possa ser uma boa escolha de edição. Quero dizer, quem aí não quer ter esse livro na prateleira?
Dito isso, eu estou aqui pedindo, encarecidamente, que vocês me ajudem nessa jornada! E é super simples: a votação abre amanhã às 9h da manhã PELO TWITTER e dura 24 horas, e tudo o que você tem que fazer é... votar!
"Mas como eu voto, tia Ray?"
Mais simples ainda: é só escrever um tweet com o nome da história, o link dela e a hashtag #MyWattysChoice
Exemplo: Eu indico "Os 12 Signos de Valentina", https://www.wattpad.com/story/51682287-os-12-signos-de-valentina-wattys2016 #MyWattysChoice
FÁCIL NÉ?
Então, por favor, quem tiver Twitter, bora votar amanhã em "Os 12 Signos de Valentina", e quem não tiver, BORA CRIAR <3
Pode votar quantas vezes quiser, inclusive, quanto mais, melhor!
Agradeço desde já a ajuda e a compreensão. <3

View more

Oq vc acha de livros de ypurubers ray?

*youtubers errei ops
Legal você ter perguntado; esses dias eu escrevi um desabafo de madrugada e estava ponderando se postava ou não. Acho que vou responder a sua pergunta com o meu desabafo então! Senta que lá vem textão:
[SENTA QUE LÁ VEM TEXTÃO – NÃO É SOBRE POLÍTICA – OLHA QUE NOVIDADE]
O meu sonho é publicar um livro.
Simples, né? Para quem vê de fora, é um sonho alcançável com um pouco de dedicação e paciência. Quem me conhece, sabe que eu tenho muitos leitores maravilhosos e também sabe que eu tenho um número de acessos muito alto. “É fácil, Raíssa, logo você está nas prateleiras das livrarias!” Mas eu escrevo online há 10 anos, e eu preciso te dizer: não é tão fácil quanto parece. Para pincelar por cima, existe o não incentivo ao autor brasileiro, a recusa da leitura de escritores brasileiros, preços exorbitantes para publicação e pessoas de má fé que veem no sonho de uma pessoa a chance de se dar bem.
Esse desabafo nem é para entrar no mérito do mercado editorial brasileiro, porque, assim como eu, existem milhares de escritores maravilhosos no Brasil esperando por uma chance, e as editoras são empresas que precisam publicar aquilo que lhe garantirá algum lucro – isso, na realidade, é uma crítica a quem está roubando o nosso sonho.
Mas como assim?
De uns tempos para cá, sempre que eu entro em alguma livraria, eu tenho vontade de sair correndo. Ali, na mesinha dos mais vendidos, estão sempre os “livros de YouTubers”. Livros de YouTubers, para quem não está familiarizado com o fenômeno, nada mais são do que vídeos da plataforma transcritos em “literatura” – histórias vazias, casos (muitas vezes machistas, racistas e homofóbicos) e peripécias da adolescência (como se eles ainda não estivessem nela), bibliografias de pessoas com menos de 20 anos, capas chamativas e selfies ao longo das páginas.
Vejam só, eu não critico a profissão YouTuber. Eu admiro, acompanho vários, acho super legal e incentivo horrores; existe algo mais maravilhoso do que conteúdo online de qualidade? O problema é quando essas pessoas, pura e exclusivamente pela oportunidade de ganhar MAIS DINHEIRO, abocanham um mercado já tão sobrecarregado de pessoas sem oportunidade e transformam um sonho difícil em impossível.
É uma lógica simples: porque uma editora investiria os seus recursos em um livro pensado, planejado, escrito e preparado com meses e até anos de investimento e amor de uma pessoa desconhecida, se eles podem ganhar milhões com a história de um famoso da internet, com uma legião de fãs que compraria até o lenço em que eles assoaram o nariz? Eu, se fosse uma editora, nem pensaria duas vezes.
O problema é que, nessa brincadeira, perdemos a humanidade das coisas. Essas pessoas, esses YouTubers, nunca quiserem publicar um livro antes da oportunidade ($$$) bater na porta. Eles nunca passaram noites em claro pensando sobre os próprios personagens, planejando a própria história, quebrando a cabeça para encaixar até a última vírgula do último parágrafo.

View more

oq vc acha de falarem que sial é igual tv?

Eu não acho nada, SIAL nem TV são de minha autoria - só acho que vocês precisam dar uma lida no que é "plágio" antes de sair acusando uma ou outra escritora, porque a maioria das histórias adolescentes, por abordarem temas corriqueiros da adolescência, tem alguns aspectos em comum e está todo mundo de saco cheio desse negócio de acusação de cópia e plágio. Em Gossip Boys a personagem principal também foi humilhada pelo pp e dá a volta por cima alguns anos depois e começa a esnobá-lo, mesmo que ainda seja apaixonada por ele, e, MESMO ASSIM, a história não tem NADA a ver nem com TV nem com SIAL; o que elas tem em comum é UM dos desenvolvimentos do enredo. Mesma coisa o mimimi de 10 Aulas de Sedução e The Duff, mesmo mimimi de Jogando os Dados e Belo Desastre. NÃO. SÃO. PLÁGIOS. Plágio é a cópia DIRETA de uma história, falas, narrações, personagens, etc. Eu não vou apontar o dedo na cara da Ana e falar "GOSSIP BOYS TEM UM BLOG DE FOFOCAS, VOCÊ ME PLAGIOU", porque alguém pode muito bem virar pra mim e falar "GOSSIP GIRL TEM UM BLOG DE FOFOCAS, VOCÊ PLAGIOU GOSSIP GIRL". A Ana não plagiou ninguém, a Forlly não plagiou ninguém, eu não plagiei ninguém, a Ma não plagiou ninguém, a Leka não plagiou ninguém, NINGUÉM PLAGIOU NINGUÉM. Somos escritoras, somos criativas, somos apaixonadas pelo o que fazemos, temos os nossos próprios estilos de escrita e MUITA capacidade intelectual para criar uma história e um enredo legal desde o zero, mesmo que ele tenha algumas ligações NÃO INTENCIONAIS com outras histórias.
Ok?
Ok.

View more

O que acha de Nordestinos ? Cujo elegeram a presidente que o Brasil todo ama (Irônizando)

Primeiro, ironizando não tem ^. Segundo, se você estivesse de fato munida de informações e não de ódio no coração, saberia que o Sul + Sudeste deu mais votos para a Dilma do que o Norte + Nordeste, em números totais, algo como 27 milhões sul/sudeste e 25 milhões norte/nordeste. Segundo, eu nem vou entrar onde você quer entrar, que é a xenofobia e o preconceito, e vou dizer que conheço pouco do Nordeste, mas o que eu conheci eu amei de paixão, o lugar, a vibe e, PRINCIPALMENTE, os nordestinos. Todos os nordestinos que eu conheci até hoje são pessoas extremamente maravilhosas, começando pela Bels e pela Jujuba do CDA. Não era essa a resposta que você esperava, né? Se eu estivesse no Brasil, teria votado 13, então você escolheu a ask errada para vir distribuir ódio e preconceito. 13beijos. ;*

View more

SEGURA ESSA EMOSSAUM

Raynha dos Unicórnios
Depois de um dia de hospitais, enxaquecas e remédios na veia, uma ótima notícia: "Os 12 Signos de Valentina" ficou pronto. AEEEEE.
Como não tive tempo de divulgação nem nada do tipo (ficou pronto hoje), estarei na Bienal NO DOMINGO ÀS 14H PARA ASSINAR LIVROS DE QUEM ESTIVER POR LÁ. Se já está com o ingresso comprado, passa lá no stand 59 (da fileira O, ao lado dos banheiros) para me ver! E se não tem ingresso comprado e está de bobeira no domingo, vai lá me ver também! AH, os livros estarão a venda amanhã (sábado) também - não teremos eu, mas teremos o livro, então quem já está marcado de ir amanhã e não tem como ir domingo, passa lá para dar uma olhada! :D
Além disso, e também como ~remediação~ de quem foi no dia 27 e saiu sem livro (amo vocês, suas lindas), faremos um lançamento oficial no final de Setembro/início de Outubro na livraria Nobel da Paulista, que é de graça para entrar e fica beeeem pertinho do metrô! Mas para esse evento ainda precisamos de confirmação da data, e, assim que eu souber, crio um evento no Facebook para encher o saco de todo mundo de novo durante um mês. Esse vai ser só meu, tranquilinho, podemos depois tomar um café no Starbucks e dar um rolê pela Paulista. O que acham?
GENTE
JURO QUE AGORA É VERDADE
IBAGENS ABAIXO PARA COMPROVAR
NÃO VOU MAIS DEIXAR NINGUÉM NA MÃO
<3

View more

[TEXTÃO DE AMOR]

Raynha dos Unicórnios
Eu sempre ouvi dizer que nas adversidades é que conhecemos os verdadeiros amigos. Ontem, mais do que isso, eu descobri o poder do acolhimento e da bondade do ser humano. O poder da sororidade e da compreensão.
Tinha tudo para ser um dos piores dias da minha vida - tanta expectativa, tantos anos me dedicando à escrita, tanto cuidado, destruído em alguns segundos por pura negligência -, e eu sei que existem problemas milhões de vezes piores do que ter um sonho frustrado, tenho noção dos meus privilégios e de como pode parecer tolo e fútil ao olhos de pessoas com problemas muito piores e sérios, mas eu fiquei mal. Fiquei MUITO mal. Fiquei triste pelo constrangimento, pela promessa de algo que não pude cumprir, e porque senti como se o meu trabalho de 10 anos estivesse se dissolvendo entre os dedos. Mas me enganei, porque todo esse tempo dedicado à escrita me proporcionou momentos inesquecíveis e colocou na minha vida pessoas incríveis e boas, pessoas que não se importaram com a falta de livro, mas se preocuparam com o meu bem-estar.
Recebi mensagens de amigos que não conversava havia muito tempo, força e carinho de pessoas que nunca me viram pessoalmente, palavras sábias de pessoas que admiro, recadinhos de serumaninhos de todo o Brasil (e de fora dele também)... foram tantas mensagens e tanto carinho que eu nem consegui responder tudo, recebendo apoio e compreensão muito além do que eu um dia sonhei em receber.
Vocês encheram o meu coração de amor, esperança e felicidade. Depois de horas chorando, consegui sorrir e ver que nem tudo estava perdido. Porque não teve livro, mas teve mensagens quilométricas, amigos indo me prestigiar mesmo assim, carinho e amor dos familiares, leitoras me abraçando, tirando foto, me fazendo rir, me presenteando com brigadeiro (o melhor que eu já comi) e se esforçando para fazer eu me sentir melhor. Pensei que fosse sofrer mais ainda comparecendo à Bienal e não podendo viver tudo o que idealizei durante anos e mais anos, mas saí de lá abastecida de sentimentos bons e memórias de amor e bondade.
Peço perdão publicamente se não consegui encontrar todo mundo (fiquei de um lado para o outro que nem o peão da casa própria, mas acho que acabei deixando de ver pessoas muito especiais) e agradeço por todo o amor que recebi hoje, pessoalmente e pela internet.
Não acabou. Eu não desisti. Levei um tombo, mas aí que está a graça da vida: dos tombos a gente consegue levantar. E eu vou continuar insistindo no meu sonho.
Ontem tinha tudo para ser um dia horroroso.
Não foi, graças a vocês.
E eu nem sei como agradecer.
O ser humano me surpreende todos os dias.
E eu sou grata por isso.
Obrigada. Mil vezes obrigada.
P.s.: agora eu sei como é ser deixada no altar, porque foi exatamente assim que eu me senti.

View more

Não sou a menina da ask, mas de um tempo pra cá infelizmente você ta mais grossa, bem mais metida, alem de estar sim copiando algumas coisas de outras autoras. E de verdade ta ficando meio feio. Não leve a mal, é só uma critica construtiva. Observe suas ações

Bom, vamos lá:
1. É moda agora mandar para as escritoras que elas estão "mais grossas" e "mais metidas", sendo que não houve nenhuma mudança de comportamento aparente nelas? Foi assim com a Ju, com a Ana, com a Safe... Gente, vamos arranjar uma vida para viver? Eu sou a mesma de sempre... Às vezes tenho preguiça e respondo mais objetivamente, às vezes eu estou empolgada e responde tudo com mil unicórnios purpurinados. Respondo MIL perguntas sobre signos numa boa, respondo perguntas repetidas numa boa, dou conselhos numa boa, nunca fui grossa com ninguém que me tratou com respeito. Eu NUNCA mudei o meu jeito de ser, nunca, desde que comecei a escrever fanfics eu sou assim, carinhosa com quem merece, e cuzona com quem vem falar merda pra mim. Pode perguntar para as minhas leitoras mais antigas, elas sabem quem eu sou e que eu não vou mudar por pressões externas (diferente de umas e outras por ai que mudaram da água para o vinho, né?).
2. Segunda pessoa que vem me falar que eu estou "copiando" outras escritoras, segunda pessoa que não me dá um exemplo concreto DO QUE EXATAMENTE eu estou copiando para que eu possa a) me defender ou b) pedir desculpas para a escritora "copiada". Gente, sério, para que tá feio. Quer vir criar intriga desnecessária? Pode vir, mas revisem seus argumentos, porque é muito fácil discutir com quem não tem nenhum.
3. Observe você as suas ações, moça. Sempre que eu vou dar uma "crítica construtiva" eu coloco a minha cara a tapa e não me escondo atrás de anônimo - coisa que você não foi capaz de fazer, né?
Um beijo iluminado no seu coração.
<3

View more

Next