@strangerthings95

Max.

Ask @strangerthings95

Sort by:

LatestTop

— Não gosto de dias chuvosos, mas o café é bom. — Respondeu indiferentemente, bebendo mais um gole do café preto que comprara a recém naquela cafeteria; a mão livre ela enfiou novamente no bolso do sobretudo escuro.

fallenangl’s Profile PhotoKesabel
Já havia alguns bons minutos que Max havia chego naquela agradável cafeteria. Estava sorvendo os goles de seu Cappuccino bem devagar, saboreando com prazer quando aquela misteriosa mulher, que havia chego um pouco depois dele e estava sentada à pouco menos de 1 metro de distância, dirigiu a palavra à ele.
— Como alguém pode não gostar de dias chuvosos? — Ele parecia decepcionado.
Então, levantou-se de onde estava e caminhando em direção à figura feminina, estendeu a destra direita.
— Eu sou o Max, prazer em conhece-la.
Liked by: Kesabel

@BGreene_

strangerthings95’s Profile PhotoMax.
Ele escutou atentamente a explicação da outra, os olhos arregalando-se de surpresa. Jamais poderia imaginar que pudesse haver algo assim por ali, e como se estivesse tendo um mal pressentimento, sentiu um arrepio percorrer a sua espinhela.
Quando os seus lábios iriam se mover para fazer algum comentário a cerca do que ela dissera, aquela estranha criatura surgiu na frente deles, o tomando de assalto e o fazendo ficar em pé em um único salto; às suas expressões faciais denunciavam confusão e medo.
— O que é isso, porra? Apocalipse Zumbi? — No caminho até ali ele tivera muita sorte, então. Foi impossível não sentir o odor fétido por todo o lugar, mas ele jamais poderia supor algo assim.

Estou ótima. • A ninfa abriu um sorriso contido, porém gentil. • O que faz aqui?

nypotameides’s Profile PhotoKora
Se não fosse aquela voz feminina chamando a atenção dele, provavelmente Max ficaria por horas a fio com os olhos presos em seu livro; com um mix de pena de abandonar por um tempo Crime e Castigo e uma certa curiosidade em relação à aquela que havia chegado, Max virou a cabeça em sua direção, olhando-a, mas com discrição.
— O Senhor Bennet pediu que eu tomasse conta da livraria enquanto ele faz umas compras. — Fez uma breve pausa antes de continuar. — A propósito, sou o Max.

Related users

@yangelic

strangerthings95’s Profile PhotoMax.
Já havia alguns minutos que Max estava ali, naquele parque que mesmo conhecendo bem ainda o deixava extasiado. Desde que chegara os seus olhos estavam fitos no céu, que naquela noite estava mais negro que o habitual com milhares de pontos brilhantes espalhados, e no centro, uma magnífica lua cheia que deixava o cenário ao mesmo tempo sinistro e belo.
Teve a sua atenção roubada quando uma misteriosa mulher entrou no seu campo de visão, viu quando a mesma adentrou o parque e começou a alimentar alguns animais dali; não pôde evitar uma onda de preocupação com a integridade física da figura feminina.
— Olá, me chamo Max. — Fez uma pequena pausa enquanto estendia a mão em direção à ela. — É certo que hoje está fazendo uma linda noite, mas você não acha perigoso sair a essa hora sozinha?
Liked by: ✶ ⠀Ruby

— Ah sim! Na verdade, sou regular por lá — Ela deu uma risadinha baixa e pousou uma mão no ombro masculino — Vamos, eu o levo. À propósito, me chamo Rebecca e o prazer é todo meu.

kazinhamoraes’s Profile PhotoWanda Maximoff ᗢ
— Ah, sério? Obrigado por essa gentileza, Rebecca. — Um meio sorriso surgiu em seus lábios antes de continuar: — Fica muito longe daqui?

Os lábios da moça se abrem num sorriso contido, e ela coloca uma mecha de cabelo atrás da orelha, meio inconscientemente. — Que lugar seria?

kazinhamoraes’s Profile PhotoWanda Maximoff ᗢ
— Umami Burger.Ouvi dizer que tem um ótimo hambúrguer. — Fez uma pequena pausa estendendo a mão em direção à mulher. — Prazer, sou o Max.
Liked by: Wanda Maximoff ᗢ

@BGreene_

strangerthings95’s Profile PhotoMax.
Procurando por apoio, o homem recostou o ombro direito contra uma daquelas inúmeras árvores, a expressão do seu rosto mudando e retorcendo involuntariamente e os olhos semicerrando-se de dor, e apesar disso, uma sensação de alívio, por estar finalmente cuidando daquelas dolorosas feridas o preenchia.
— Em mais uma noite, sai para fazer a minha habitual corrida, quando vi alguns caras xingando e batendo em um rapaz indefeso. — Finalmente começou a falar. — Eu consegui deixá-lo fugir, porém, não foi uma luta muito justa para mim. Depois de algum tempo consegui fugir correndo para cá, eles me perseguiram por um bom tempo ainda, mas consegui escapar e agora não faço ideia de onde estou.
— Mas, se me permite perguntar, o que a leva ter que precisar buscar suprimentos? — Fazendo uma clara alusão à pergunta de Elizabeth.

View more

Liked by: Bruce Wayne

@BGreene_

strangerthings95’s Profile PhotoMax.
Mesmo escutando o incentivo para dialogar da mulher, Max preferiu permanecer calado, era o melhor a ser feito visto que não queria envolver ninguém em seus problemas, apenas agradeceu mentalmente pelo alívio imediato no incômodo dos seus ferimentos.
— Prazer, Elizabeth. Eu sou o Max. Eu agradeço pela sua enorme gentileza. — A voz saiu firme, e o que parecia ser um sorriso surgiu no canto dos seus lábios. — Você anda sempre pronta para salvar a pele de alguém por aí?

@nnspell

strangerthings95’s Profile PhotoMax.
— Schopenhauer, Sêneca, Dostoiévski... — Disse e passou a seguir logo atrás de Leanne através de um dos enormes corredores que haviam ali. Max era bastante observador, e dessa vez não poderia ser diferente, os seus olhos atentos passaram por todo o perímetro, e pôde ver que o lugar mesmo grande era bastante organizado e as várias lâmpadas dispostas transferiam uma boa iluminação para o local.
A mulher parou em frente à uma daquelas estantes, e ele quis agradecer:
— Obrigado pela gentileza em me ajudar a procurar os livros, você não trabalha aqui, não é?

@nnspell

strangerthings95’s Profile PhotoMax.
Como se fosse em um espelho, Max repetiu o movimento da mulher que agora sabia se chamar Leanne, apertando a sua mão com firmeza, mas logo as mesmas voltaram para os bolsos do seu confortável casaco. Ele havia ido até ali em busca de alguns títulos, mas não tinha certeza se conseguiria encontrar sozinho tamanha era aquela biblioteca. Muito provavelmente não.
— Você parece muito familiarizada com o ambiente, talvez pudesse me ajudar, Leanne.

Language: English