#espiritualidade

56 people

50 posts

Posts:

Desejo um Feliz Natal, com muita união, harmonia, paz, prosperidade e espiritualidade pra todos vcs!✨🎄🎁

Leticia86232’s Profile PhotoLetícia
“Quando viramos adultos, a nossa lista de presentes vai diminuindo porque percebemos que o que realmente desejamos não pode ser comprado.” Que neste Natal a gente receba tudo aquilo de bom que moeda nenhuma poderia nos dar!💌
_Um bom e abençoado dia e um Natal_
_de muita Paz e Luz a todos nós !_💫
*#FelizNatal*🎄
*#Gratidão *🙏🏽
*#DesanimaNão *😉

Eu já fui uma pessoa que me expus demais, hj tenho medo, não sei oq mudou, talvez seja minha forma de ver as pessoas, sempre fui intuitiva mas ultimamente parece q sei ler os pensamentos,gestos,olhares, risos .. enfim, mais alguém assim?!

carolinaapachecoocarlotto’s Profile PhotoCarolinaa
Me sinto assim também amiga, intuição sempre tive, mas depois que me conectei com espiritualidade isso dobrou de uma maneira gigantesca, hoje em dia não me engano mais com as pessoas, de longe sei o que esperar delas...

Tenho dificuldade em encontrar pessoas para conversar assuntos complexos. Sou muito novo, mas percebo que hoje em dia devido a certas influências também, as pessoas perderam a "espiritualidade" e se tornaram materialistas (não no sentido filosófico do termo). Não acho isso bom, mas respeito.

SilvioZanin’s Profile Photoslvzanin
Sim. Esse "materialismo", ou seja, uma preocupação quase exclusiva com os aspectos materiais e sensoriais da vida, como comida, sexo, posses, vaidades, poder e outros do tipo, também me é extremamente repugnante. Aprecio as considerações ditas "espirituais", não no sentido de se referirem a "espíritos", entidades sobrenaturais, mas no sentido de serem dirigidas para os aspectos mais elevados da vida, como a beleza, a bondade, o conhecimento, o amor, a sapiência, a sabedoria, a ética, a arte, a ciência, a filosofia. Para mim são esses tipos de assuntos que merecem a dedicação de nosso tempo, desvelo, contemplação, reflexão. Claro que isso não significa que se vá deixar de comer, dormir, se dedicar ao cuidado do corpo, trabalhar e ter essas preocupações de manutenção da vida, mas não que isso seja o que mais demande nosso interesse e satisfação. Não que se vá desprezar ou depreciar quem não seja assim, mas, realmente, não há como se comprazer com a companhia de quem só se ocupa dessas preocupações, digamos, menores.

View more

Acordei pulando da cama, se conta como exercício tá pago. Já acordou com a sensação de queda? Na espiritualidade dizem que é a alma voltando para o corpo. Acredita que seja isso ou seja realmente um espasmo??

renata_schuindt’s Profile PhotoDeeh
Direto, vai ver minha alma gosta de dar umas bandinhas hahaha e na real eu acredito em tudo um pouco!

Grande Ernesto, como vai? Você é uma pessoa espiritualizada? Gostaria que respondesse explicando também o que é espiritualidade, uma vez que é normalmente associada à crenças religiosas que, evidentemente, não são o teu caso. Obrigado e fique bem. Sua presença aqui é importante para nós.

LuanMorosini’s Profile PhotoLuan
Sou uma pessoa espiritualizada sim. Mas o que vem a ser isso? Espiritualidade não tem nada a ver com espíritos ou qualquer tipo de realidade sobrenatural. Tampouco com o fato da pessoa crer na existência desse tipo de realidade e viver de acordo com essa crença, isto é, considerando que se possa comunicar, em pensamento, com espíritos e que possua uma alma que venha a sobreviver à morte de seu corpo. Espiritualidade é, simplesmente, uma disposição mental. E por mente se entende, apenas, um cérebro em funcionamento. Ou seja, é uma ocorrência que se dá com uma estrutura puramente biológica, portanto de natureza física. E que disposição é essa? A disposição de se ocupar com o que seja mais elevado, mais nobre, mais benéfico, mais virtuoso. De pensar e agir em prol do bem geral. De ser bom, valoroso, gentil, cordial, solidário, compassivo, justo, verdadeiro, fiel, amoroso. Mas, também, valente, corajoso, pertinaz. Como paciente, calmo. Certamente assertivo, modesto, mas não humilde, altruísta. Enfim, aquela pessoa virtuosa de que falam os antigos filósofos. Como se fosse um santo sem religião. Esse é o ideal de vida a que todos precisam buscar. Um mundo de pessoas assim é que é o "mundo bom" a que sempre me refiro. Um mundo que não precisa de policia, de advogados, de juízes, de prisões, de militares. Por absoluta falta de demanda de seus serviços, uma vez que todos são perfeitamente honestos e jamais nenhum crime é cometido, não por medo de qualquer castigo e nem por anseio de qualquer prêmio, mas pela simples vontade de cada um.

View more

꧁ঔৣ☬ ESPAÇO LIVRE ☬ঔৣ꧂

Renatomoazul’s Profile PhotoRenatomoazul
Na Índia, são ensinadas quatro leis da espiritualidade:

A primeira diz: “a pessoa que vem é a pessoa certa“. ninguém entra em nossas vidas por acaso. todas as pessoas ao nosso redor, interagindo com a gente, têm algo para nos fazer aprender e avançar em cada situação.

A segunda lei diz: “aconteceu a única coisa que poderia ter acontecido“. nada, absolutamente nada do que acontece em nossas vidas poderia ter sido de outra forma. mesmo o menor detalhe. não há nenhum “se eu tivesse feito tal coisa…” ou “aconteceu que um outro…”. não! o que aconteceu foi tudo o que poderia ter acontecido, e foi para aprendermos a lição e seguirmos em frente. todas e cada uma das situações que acontecem em nossas vidas são perfeitas.

A terceira diz: “toda vez que você iniciar é o momento certo“. tudo começa na hora certa, nem antes nem depois. quando estamos prontos para iniciar algo novo em nossas vidas, é que as coisas acontecem.

E a quarta e última afirma: “quando algo termina, ele termina“. simplesmente assim. se algo acabou em nossas vidas é para a nossa evolução. por isso, é melhor sair, ir em frente e se enriquecer.

View more

Curte sobre espiritualidade? Se sim sobre o que?

- Não tenho nenhum hábito religioso.
- Acredito em algo que une a tudo sim, não necessariamente "um ser", muito menos que esse ser tenha uma forma humana.
- Acredito em frequencia e energia.
- Acredito em sincronicidade.
- Não tenho preconceito religioso. Não posso dizer que eu seria sincretista, mas gosto de conhecer várias religiões e tirar algo de bom que caiba a mim (algo filosófico/moral ou experiências para fim de bem-estar. Apenas coisas sem extremos ou pretensões). 😂
Curiosidade: quando eu fazia catequese, eu "era ateia", porem pesquisava muito sobre religiões, cultos e filosofias. 🤷

Vc se considera um pessoa otimista? Acredita que ser otimista é um coisa boa?, e vc gosta de pessoas otimistas?

Pra ser sincero eu considero continuar vivo um baita otimismo.
Eu curto pessoas otimistas, que vibram boas energias, mas não estou assim sempre, tenho minhas fases. As vezes só quero sumir e vejo tudo por uma percepção niilista, momentos depois já estou vendo lógica, conexão e espiritualidade em tudo, minha cabeça é um caos, um belo caos.

"Ateus não fazem o bem a fim de ganhar crédito com qualquer deus. Ateus fazem o bem porque sabem que, se não o fizerem, deus algum fará." O ateu não acredita em outra religião? Ele não pode meditar e nem ter sua espiritualidade? Gostaria de saber a sua opinião sobre isso...

Ateus e crentes, os há do bem e do mal. Não há nenhuma correlação entre essas características. Certamente, ateus do bem, fazem o bem pelo valor intrínseco do bem e não para merecer qualquer recompensa celestial ou evitar qualquer castigo após a morte. Nesse sentido, a virtude, no ateu, é mais valiosa do que no crente, seja qual for sua crença. Ateu não se identifica com religião nenhuma. Para ele não existe "outra" religião, pois ele não pertence a nenhuma. Ateísmo não é uma religião. Meditar todo mundo pode, pois meditar é uma atividade mental e mente existe. Só que não é nenhuma entidade sobrenatural (alma) e sim, apenas, uma ocorrência advinda da anatomia e fisiologia do cérebro e seus anexos. Espiritualidade também todo mundo pode ter, desde que se entenda de que se trate. Não é nada relativo a "espíritos" e sim um comportamento que consiste em dedicar os pensamentos, os sentimentos e as ações a causas mais nobres, mais elevadas, virtuosas, altruístas, de disseminação do bem, dos valores positivos e elevados da vida. Isso não tem nada a ver com espíritos, deuses ou religiões. É um condição puramente humana.

View more

Sou bem medrosa quanto ao lado sobrenatural da vida, acredito bastante e qualquer coisinha me causa arrepios profundos até a alma; mesmo assim não me considero alguém muito espiritual. Minha pergunta é: quão importante é a espiritualidade na sua vida?

Eu me considero ateu, não acredito em nenhuma religião ou divindade. Entretanto me pego constantemente pensando sobre espiritualidade justamente por já ter tido experiências com isso. Para mim, espíritos e essas coisas não necessariamente necessitam de alguma divindade para existirem, é algo separado disso. E sim, meio que acredito desacreditando.
Minha mãe sempre disse que eu falava que via espíritos e essas coisas quando era pequeno, apesar de não me lembrar. Uma vez, quando fui numa mulher espírita que fazia leitura das pessoas, ela disse que algum tipo de demônio andava do meu lado (imagine uma criança de 9 anos ouvindo isso), e também já vi uma mulher na porta do quarto da minha mãe, e tempos depois fui descobrir que minha irmã e minha tia também tinham visto, mesmo nunca tendo contado sobre isso pra ninguém. Espiritismo é algo muito confuso pra mim, e sempre procuro saber mais sobre isso.

View more

Sou bem medrosa quanto ao lado sobrenatural da vida, acredito bastante e qualquer coisinha me causa arrepios profundos até a alma; mesmo assim não me considero alguém muito espiritual. Minha pergunta é: quão importante é a espiritualidade na sua vida?

Sinceramente, não é. Só acho interessante investigar essas questões, perceber pontos semelhantes em culturas diferentes e o papel dessas crenças na existência de um indivíduo.

Sou bem medrosa quanto ao lado sobrenatural da vida, acredito bastante e qualquer coisinha me causa arrepios profundos até a alma; mesmo assim não me considero alguém muito espiritual. Minha pergunta é: quão importante é a espiritualidade na sua vida?

?? • Posso dizer que me relaciono exatamente contigo, minha neném. Eu também sua bem medrosa com relação a questões espirituais e de certo modo até acredito. Eu não sou uma pessoa muito religiosa e se fosse, é muito provável que hoje seria testemunha de jeová. Todavia, eu sinto que esse medo todo que eu tenho venha de uma certa sensibilidade que eu tenho com algumas coisas, não me pergunte como ou onde muito menos o porque, mas eu sempre sinto coisas e geralmente essas coisas acontecem, e é com frequência isso o que me causa um medo danado, não procuro me aprofundar nesses sentimentos ou nessa área justamente por medo de cutucar a onça com vara curta, acho que certas coisas devem ser deixadas quietinhas.
Sou bem medrosa quanto ao lado sobrenatural da vida acredito bastante e qualquer
Liked by: Mark Blackthorn Snow

Se pensar de uma forma reducionista, você acha que a vida é dividida, de maneira bem básica, em filosofia (plano terrestre) e espiritualidade (plano superior)? Ou há mais cores nessa busca pela riqueza e vida eterna? Quais? *espiritualidade não é necessariamente acreditar nessas coisas.

Cara, eu acredito que para a maioria das pessoas sim. Mas hoje, eu como cético tenho o seguinte em minha visão, existe apenas uma vida, essa agora, ela é breve, não tem um depois, não existe vida pós morte, não existe um deus ou divindade maior, talvez exista karma (disse talvez, já vi algumas coisas acontecerem de forma inexplicável, talvez tenha relação a alguma lei do universo, mas mais em sentido físico que espirtuosos/filosófico), essa vida é tão passageira, logo tudo chegará ao fim, estou aprendendo a lidar melhor com a morte, ela ainda me assusta um pouco, mas tendo uma conversa com um amigo, percebi que é como dormir, só que para sempre, o duro vai ser o adormecer, mas depois dele, só paz. Tudo na terra é passageiro, nós fazemos parte desse ciclo.
Liked by: Leandro Pri

Qual a sua receita de sucesso na magia e espiritualidade ?

O Dever vem na frente do prazer e das minhas questões pessoais.
Não importa muito o que eu quero em momentos chave, importa o que é certo e o que os deuses querem. Nunca me arrependo por apostar na vontade divina e na retidão moral.
Retidão, aquilo que é reto. Que corta ou ilumina sem firulas.

Eu gostaria de seguir a Magia e a Espiritualidade de uma forma parecida com a sua. Vc tem amizade com panteões e sistemas diferentes. Mas quando tento fazer isso, parece que a Deusa desaprova.

Acho que a forma como coloco as coisas deve passar essa ideia errônea. Veja bem, eu não misturo nada, o que fiz é ir fundo nas coisas separadamente em dias e momentos diferentes. Eu sou judeu, fui estudar a magia do meu povo a fundo enquanto paralelamente cumpria minhas obrigações com os deuses. Quando Hekate mandou parar, eu parei. Você precisa ter noção de responsabilidade, lealdade e limites para fazer esse tipo de coisa.
+4 answers in: “Cultuo Hecate, mas gosto muito dos Salmos. Tem problema recitar Salmos diariamente e cultuar Hecate em horários diferentes? Teria problema em ter o altar de Hecate na mesma sala onde deixo a Bíblia para recitar os Salmos? (deixo a Bíblia num pequeno móvel com uma vela).”

A prática, atualmente comum, dos praticantes de magia em chamar Divindades X ou Y como parte do seu feitiço ou rito, seguindo uma ideia "correspondência", pode irritar os Deuses (numa pior hipótese, tirando o óbvio simples ignorar da pessoa)? Cm vc enxerga o uso de "Deuses de prateleira" na magia?

A gente tem duas questões aqui, que podemos falar separadamente, pois são questões bem diferentes, que costumam ser confundidas.
A primeira é o que concerne a invocações de Divindades em feitiçaria, longe de ser de qualquer forma uma pratica nova, ou "atualmente comum", é indivisível da propria compreensão de artes magicas (seja feitiçaria, magia ou bruxaria).
Pois perceba, se o individuo crê na realidade como uma manifestação do divino e de seus trabalhos, e a magia é o alterar, tecer e mudar de estado algo da realidade, nada mais comum do que pedir o auxilio daqueles que são o proprio universo, realidade e os trabalhos que movimentam e transformam o mesmo .
O Invocar em auxilio de divindades acaba fluindo até mesmo em sociedades cristãs, os grimorios que invocam jinns, demonios, ou mesmo magia astrologica (astrologia essa que vem via mundo arabe, bebendo do mundo helenico e babilonico) onde os planetas são estrelas dos Deuses.
Jupiter se chama Jupiter por uma boa razão, em grimorios mais antigos, como o Picatrix, por exemplo, já no seculo XII, em plena europa cristã, vemos descrições de divindades, como o proprio espirito do planeta (com camadas de racionalização monoteista, obviamente).
A segunda questão, de Deuses de prateleira, como se popularizou chamar essas praticas pseudo-religiosas, quase ateisticas, que veem a divindade como mero simbolo de algo, e assim ferramentas para o dia a dia, onde chamar e cultuar Deuses é mero "acessar de si mesmo" ou algo assim, é um problema de duas ordens:
- Primeiramente a existencia em nossa comunidade de nichos esotericos insanos, não religiosos ou magicos de verdade, que vendem um coaching mascarado de espiritualidade e magia. Isso cria ideias como Deuses como simbolos e representações do que temos em nos mesmos, ou distorções grosseiras de hermetismo com orientalismo, para "sua mente move estrelas bla bla bla". Isso é vendido como teologia, e não como auto-ajuda inocua, e novos individuos perpetuam como tal, confundindo comunhão e contato com o divino com pseudo-auto-ajuda.
- Em segundo lugar vem o problema da compreensão do que é comunhão, dos laços entre Deuses e homens, e do nutrir desses laços profundos e verdadeiros. Se existe um relacionamento real entre Deuses e Homens, no culto do individuo, dificilmente veriamos um "usar" dos Deuses, pois existe uma compreensão (de diversas ordens e em diversos sentidos) do que é uma divindade, do que é a comunhão, e da força dos laços entre o adorado e adorador.
Não existe como sortear Deuses para o culto anual, seria como sortear na lista telefonica quem seria sua nova familia. Insano e surreal.
Não existe sortear no livro o Deus de culto. Seria como sortear na lista telefonica "seu novo marido".
Não existe como abandonar o culto "para não se apegar", seria como abadonar seu filho na sarjeta, para não se apegar.
Precisamos, todos, levar a serio a preciosidade dos laços entre os Deuses, nos e a comunidade.

View more

Eu sempre pensei isso, se você quer saber se um feiticeiro é bom, veja a vida dele, se ele não der conta da dele, então não vai dar conta da de ninguém.

É pelos frutos que se avalia.
Recentemente uma pessoa da magia bem louca me perguntou
"Como vc aguenta as regras dos deuses?"
Eu não respondi adequadamente na hora, pois tinham outras coisas em pauta, mas respondo aqui.
Eu não "Aguento" é um prazer. As vezes trabalhoso, as vezes doloroso, mas o ganho e sempre certo. Me espanta o tamanho da ignorância de alguem que não digere a ideia de que espiritualidade pode ser uma fonte de realização e poder de verdade. E se você esta coberto de um monte de bosta claro que vai precisar ser lavado. Se você é uma pedra bruta, claro que precisa ser lapidado.
Muito me espanta a ignorância de um alpinista que não sabe avaliar os pesos desnecessários que carrega. Algumas coisas, hábitos, crenças, paradigmas simplesmente precisam ser deixadas pelo caminho.
+2 answers in: “É possível "banir demais"? Andei lendo sobre supostos relatos de gente que fez o RMP diariamente, por meses a fio, e começou a experimentar perdas financeiras, em relacionamentos, etc”

Como fazer para não gastar tempo com as pessoas? Sempre fui de ajudar pessoas por meio de explicações, conhecimento, motivação e até dinheiro e contatos. Muitas vezes as pessoas abusam. Mas sem perceber, acabo repetindo esse comportamento. Como acabar com isso? Como não ser mais assim?

Indo com calma. Teu problema é ser apressado em ser amavel, gostavel, util. Recomendo dar dois passos pra trás e encarar a pessoa friamente. Não é pra ser grosso ou estupido, seja educado, mas sempre se pergunte
O que eu ganho com isso?
Essa pessoa é capaz de lealdade verdadeira?
A espiritualidade diz o que sobre essa pessoa?
Por fim estabeleça regras muito firmes e seja claro.
O seu NÃO deve ser firme e redondinho
O seu SIM deve ser consciente de que talvez dê tudo certo e talvez não. E se der tudo errado culpe somente a sua falta de habilidade em avaliar caráter. E vc fica em paz.
Toda pessoa fdp que encontrei nessa vida me ensinou algo sobre isso. Me ensinaram principalmente que ninguem engana ninguem, tudo é muito óbvio pra quem sabe ler.
Sempre que me estrepei foi por não saber avaliar os sinais. Estavam todos lá. Foi por chamar a espiritualidade para minha vida e ser imbecil ao não consulta-la.

TODOS os meus iniciados são avaliados pelos deuses, pelos oráculos e por minha consciência.
Esquecer isso e abraçar alguem no calor do momento é o que me trouxe problemas. Assim hoje é dois passos para trás e muita calma.

View more

+2 answers in: “Que lados positivos e negativos você vê, como mestre, de treinar alguém no caminho espiritual da magia?”

Você já sentiu amor de verdade?

A gente sempre acredita que amou, até que apareça uma relação em que você diga, isso sim é amor!
Eu acredito ter amado dentro dos parâmetros que tive, mas o amor é um mistério tão grande, penetra tantas áreas da psique, da espiritualidade, do comportamento, dos hormônios, que as vezes me questiono.

Vc tem amigos evangélicos? 2 das pessoas que mais amo nessa vida são e eu não faço ideia de como agir. Não queria esconder para sempre mas sei q dificilmente aceitariam. Minha mãe viu minhas estátuas e veio falar comigo.Inventei q fazia coleções de imagens antigas mas nem sei se acreditou.Como lidar

Dificil, ja vivi situações assim. Mas que outra escolha você tem além de procurar ser feliz ao atender o chamado da espiritualidade?
Recomendo evitar confrontos, agir silenciosamente é uma atitude sábia quando não temos a autonomia para ter nosso proprio espaço. Continue sua vida e se fortaleça na arte de guardar segredos. Um dia você terá liberdade suficiente para fazer o que quiser, isso se você trabalhar por ela.
Quanto a seus amigos...eu sinto lhe dizer, mas se você tem duvidas se eles te aceitariam caso você falasse sobre sua espiritualidade ja tem coisa errada ai. Continue gostando deles, mas seja mais consciente e se imponha limites.
Como agir? Não faça nada...siga seu caminho em silêncio e dignidade. Queixo erguido de quem se autorespeita e serenidade no olhar.
+1 answer Read more

https://www.google.com.br/amp/s/g1.globo.com/google/amp/ciencia-e-saude/noticia/2019/03/19/fisico-e-astronomo-brasileiro-marcelo-gleiser-e-o-vencedor-do-premio-templeton-2019.ghtml

Dorairber’s Profile PhotoAuxiliadora Irber
Acho que o Gleiser cometeu um equívoco em aceitar tal prêmio. Ele premia a pessoa que "fez uma contribuição excepcional para a afirmação da dimensão espiritual da vida, seja através de uma introspecção, descoberta ou trabalhos práticos". Só que a concepção "espiritual" do Templeton e a concepção religiosa de espiritualidade, isto é, ligada à realidade sobrenatural. Isso, para mim, não pode ser aceito por um cientista. Existe uma noção de espiritualidade que se liga à consideração por aspectos mais elevados da vida, como o pensamento filosófico, os sentimentos amorosos, a solidariedade, os esforços voluntários para o prevalecimento do bem e o que seja do tipo, sem associar a nada de ordem sobrenatural. Mas não é essa "espiritualidade" que o Templeton considera. Ao pretender fazer uma coexistência entre concepções científicas e religiosas, Gleiser comete um suicídio científico. A ciência é, absolutamente, incompatível com a religião, seja qual for. É uma questão tanto de princípios, quanto de metodologia e de resultados obtidos. Cientistas que ficam "em cima do muro" nessa relação, em verdade não atendem os fundamentos essenciais da ciência, que se opõem, frontalmente, aos fundamentos das religiões. Enquanto estas se baseiam nas pretensas "revelações" da divindade à humanidade, aquela se baseia nas verificações fáticas dos fenômenos, para construir suas explicações do mundo. A ciência é ateísta mesmo. Não há escapatória.

View more

https://www.mortesubitainc.org/satanismo/textos-satanicos/em-defesa-a-feiticaria o que acha desse texto? (Mandei pra mais de um ask)

É só satanismo, não é?
Bom, eu vou tentar esmiuçar um pouquinho esta questão. Conheço pessoas dos dois tipos, abundantes neste lamacento meio pagão. Os puritanos, que morrem de pavor do diabo chamado ego, que atribuem ao karma ou alguma lei as escolhas péssimas que fazem, que buscam sua suposta ascensão por meio da inércia ou de um agir cheio de culpa. Estes são costumeiramente esotéricos ultra-espiritualizados, todo mundo conhece um fodido desses.
Mas tem também o outro tipo, ainda mais fodido, desses que seguem a linha de raciocínio do "tudo posso" deste texto ignorante, completamente dominados pelos instintos mas sem qualquer disposição em compreendê-los. Bradam aos quatro ventos que podem tudo e tudo conseguem, desses também encontramos aos montes, até uns "elders" estão no meio. Vistas de perto, estas pessoas são doentes, falidas, sem beleza alguma e bradam somente como uma reação à dor das feridas que não conseguem curar, sobrevivendo apenas da ilusão do poder. Qual a dificuldade, afinal, em simplesmente tocarmos nossas vidas com tranquilidade, harmonia e equilíbrio?
É possível ser rico e amado, e ao mesmo tempo estar em dia com a higiene espiritual, aliás, é através do polimento do caráter que se alcança efetivamente o poder e as demais coisas a serem conquistadas. A magia tem um potencial enlouquecedor gigantesco, apenas um caráter de ouro, força e dignidade garantem que você não se destrua (no pior sentido) enquanto navega.
O autor, aliás, citou tanto Aleister Crowley, esqueceu de mencionar que o mesmo morreu miserável, doente e sozinho. Até nisto ele é um grandioso exemplo.
Em todo caso, a senhora a quem dedico meu sacerdócio, Mardöll, também deusa da riqueza, é quem ensina o valor real que cada coisa possui. Como pagãos, devemos parar de achar que os deuses são burros e confiar mais na Providência. Ao se deparar com uma encruzilhada de difícil escolha, com dilemas morais, silencie e ouça o que os deuses tem a dizer. Uma espiritualidade saudável aponta sempre para a felicidade.

View more

Como ter uma espiritualidade boa e constante? Oq fazer no dia a dia para estar sempre em contato com o espiritual?

Joao_xkwe’s Profile PhotoJoão Victor
Eu prefiro uma espiritualidade saudável e constante. Não existe fórmula que serve para todos, mas aconselho atenção e cuidado com as coisas sagradas. Atenção ao seu altar, atenção a forma como você se porta, atenção a vontade dos deuses. Se os deuses apontam para uma direção e você deseja caminhar com eles não seja louca ou se faça de desentendida, ouça e aceite.
Conheci um dito sacerdote de Atena que é um grande caloteiro e golpista. Tb tem muitos indicios de ser alguem sexualmente muito problemático, um tarado, um devasso e grande fdp com as mulheres em geral. Isso condiz com a espiritualidade que ele diz seguir? Isso condiz com Atena? Com certeza não e esse sujeito não tem apoio espiritual autêntico da Deusa Atena a muito tempo, inclusive ja foi bem castigado por ela.
A espiritualidade autêntica pede por coerência de mente, corpo e alma. O resto é firula.

View more

Thiago, é possível entra em contanto com a essência através de Óraculos ? Qual método de autoconhecimento que vc indica para esse fim ?

JussandraGomesdaSilva’s Profile PhotoPedro Vini
É possivel você analisar muitas coisas da sua essência ao ler oraculos, eles revelam pistas. Como um iceberg cuja parte mais volumosa esta submersa você terá que mergulhar fundo de quiser conhecer a totalidade da sua essencia. Tera que conhecer a jornada da sua alma, isso implica em saber sobre suas encarnações. Tambem implica em conhecer a sua sombra profundamente.
Implica em conhecer as afinidades que você construiu na jornada da alma e as afinidades que são oriundas da sua concepção. Não existe um único método para lhe dar tudo isso, o que você está pedindo simplesmente não existe. É um quebra cabeça em que cada peça pede por uma jornada extensa, meditação profunda, estudo, analise e prática de uma espiritualidade constante e saudável. Essa meditação aqui é otima, mas entenda ela como a primeira frase da primeira página de um livro com mil capítulos.
https://youtu.be/Jftrv3B3VDwThiagodPaladino’s Video 152105140721 Jftrv3B3VDwThiagodPaladino’s Video 152105140721 Jftrv3B3VDw

View more

ThiagodPaladino’s Video 152105140721 Jftrv3B3VDwThiagodPaladino’s Video 152105140721 Jftrv3B3VDw +2 answers in: “Thiago, Eu já sei como é minha essência . Mas , eu gostaria de entrar contanto com ela. O que você aconselha que eu faço ?”

Bom Lee, tentei ser breve..tentando me especificar o máximo possível..tentando ver se pode me ajudar, dizendo oq tenho, se devo estudar sobre, realmente estou sem saber oq fazer... Muito obrigada se chegou até aqui, agradeço de coração e ficarei muito feliz se poder me ajudar. Abraços e muita luz.

anairis23’s Profile PhotoAna iris
Olá! Eu li todo seu relato, e realmente você tem uma mediunidade muito forte e em evidência, principalmente os sonhos premonitórios. A sua mediunidade está um pouco em desequilibrio, a melhor forma de melhorar as dores de cabeça e as agulhadas são através das orações a Jesus e aos espíritos amigos, pedindo a eles auxilio para o equilibrio da mesma, e também busque sempre estar em sintonia com seu anjo da guarda através de preces e bons pensamentos dirigidos a ele, que a auxiliará sempre. E sim, é muito bom e essencial que você venha a estudar os livros de Allan Kardec e muitos outros relacionados a mediunidade e espiritualidade pois te ajudarão muito. Sua mediunidade está bem desenvolvida, falta apenas a sintonia direta com Jesus e a espiritualidade amiga, a nutrição dos pensamentos positivos e elevação dos mesmos. Você é uma ótima médium e tudo ficará bem 🙏🏻💕

View more

Liked by: Ana iris

Qual personagem da disney você acha que mais combina com a sua personalidade? E com a personalidade do seu shape?

ghowstgirl’s Profile Photoeunjae.
Esta questão fez-me ganhar o maior sorriso do dia e depois de muito pensar quanto à minha personalidade e ficar confusa entre que personagem combinaria mais acho que sou mais ou menos uma junção de duas princesas da nova geração, a Merida e a Moana, ou tal como a minha shape combino com a Pocahontas. Pelo que as histórias nos dão a conhecer eu sinto que me enquadro com as duas primeiras pelo lado aventureiro, ousado, teimoso, mente fixa em determinado objetivos e livre de espírito. Apesar de amar com tudo a minha família e dar tudo por eles, prezo muito a minha liberdade como estas duas mulheres e por vezes necessito que algo me relembre que mesmo não concordando em tudo com a minha família, eles são o mais importante que tenho. Quanto à menção da Pocahontas pelo que descobri há quem a considere como INFJ, o que implica termos o tipo de personalidade coincidente o que justifica só por si esta resposta. Mas tal como mencionei, inicialmente, para mim seja em termos físicos ou psicológicos não há personagem nenhuma da Disney que mais combine com a Hyolyn do que a Pocahontas. Digam o que disserem não consigo olhar para a minha shape lendo esta questão e pensar noutra personagem. O facto da espiritualidade ser um valor tão importante para elas, o estar disposta a cometer riscos pelo que acredita e ama lutando com unhas e dentes, o ser gentil com todos os que a rodeiam, o ter as suas prioridades bem definidas e acima de tudo querer apenas mostrar quem é de verdade une-as como duas metades da mesma moeda.

View more

Qual personagem da disney você acha que mais combina com a sua personalidade E

Você acredita na força do pensamento? Acha que o pensamento é realmente capaz de controlar ou fazer algo? Do tipo, se eu mentalizar algo bom, coisas boas irão chegar? Diga-me mais.

manuzinhamor’s Profile Photomanu
Os nossos pensamentos definem a nossa realidade: O quê e como sentimos, no que acreditamos, como pensamos, como enxergamos o mundo, as pessoas, as situações e como lidamos com elas mais ainda... Tudo faz parte do que somos, da nossa essência e das nossas possíveis ações. O que acreditamos é o que sentimos e o que nos move, é o que buscamos para as nossas vidas e tudo isso começa na projeção da mente.
Portanto, se temos o pensamento positivo, atraímos mais coisas positivas do que negativas. Atraímos em vez de repelir. E vice-versa. Mas está muito longe de poder controlar alguma coisa, ainda mais se estiver fora de nossa incumbência, e geralmente quem busca muito esse meio tende a se frustrar com muita facilidade e colapsar os pensamentos com uma certa frequência. Nem tudo está ao nosso alcance e controle, isso é algo que precisa ser compreendido, tudo tem um tempo para acontecer. Então por que desesperar-se?
Segundo a Lei da Atração em Mecânica Quântica, temos que pensar no que desejamos e soltar esse pensamento para poder atrair. Ou seja, não ficarmos presos em determinados tipos de pensamentos como se fosse a única coisa a se pensar e de valor único; isso vale para o positivo e para o negativo, porque o que você pensa, você atrai. Para ser leve tem de ser assim, tem de deixar fluir. Não é fácil chegar nisso, mas também poucos realmente entendem e vivem essa ciência de fato no tato.
Deixar fluir é aprender o que é ser transcendental e o verdadeiro positivismo genuíno mora aqui, além de transparecer muito em essência e em energia, as pessoas sentem, porque trabalha em conjunto com a espiritualidade - e isso independe de crenças.

View more

Sim a única coisa que me deixa forte é a minha filha e a minha espiritualidade que esta sempre comigo. Só que pra isso tem que cuidar deles e estudar bastante.

Quantos anos tem sua filha?
Mas é isso msm, vc tem q ser forte em dobro ou triplo como uma parede pra ñ desmontar e conseguir cuidar de vc e sua filha. Fazer as coisas pra si próprio é uma coisa mt boa.
+2 answers in: “Cada dia que passa curto bastante a minha companhia. Saio, bebo, ouço som, luto sozinha... As vezes é horrível mas já aprendi gostar e estou bastante acostumada. E vocês gostam estar só; curtem a companhia de vocês?”

Sempre acabo me deparando com pessoas que diminuem o próximo por se acharem superiores aos mesmos. O que você acha desse tipo de pessoa? O que te faz manter esse tipo de pessoa bem longe de você?

Bom, tem pessoas que tem esse tipo de personalidade enraizada seja de forma adquirida ou por estar familiarizada pelos meios que lhe cerca, as quais em grande parte precisam sempre se mostrarem em um grau elevado acima dos outros de alguma forma, meio neurótico essa necessidade onde a pessoa está ali mostrando uma certa posição seja de forma consciente ou inconsciente. Já é comprovado pelos profissionais de saúde mental que essas pessoas agem assim por algum tipo de ''complexo'' seja inferior, superior (ou ambos em conjunto), rejeição social, insegurança, carência, necessidade de chamar atenção e etc. Quando você entende que a pessoa quer te colocar na mesma posição medíocre que a mesma, você começa a ter o pior dos sentimentos: pena. E nada mais.
Existem vários tipos de humilhações ao próximo e não somente em forma direta verbal, mas de forma velada que causam o mesmo efeito, e alguns utilizam essa necessidade por meio do deboche, da ironia, do sarcasmo, da crítica em excesso, na maneira de agir e de se relacionar, no julgar, na falta de respeito, na mentira, e assim vai. Tudo que é demais existe um problema oculto a ser tratado. Eu não suporto pessoas assim perto de mim, ao primeiro sinal eu já estou longe pois é o tipo de pessoa que não gosto de me desgastar tentando mostrar nada pois será frustrante e... humilhante. Porém, quando alguém desse nível tenta me colocar em uma posição de humilhação seja de modo direto, velado, ou ao público, principalmente dentro dos citados acima eu irei reagir de três formas: Silenciar e deixar a pessoa acreditar que teve êxito preservando assim a minha saúde mental, continuar sendo educada (sempre sou educada) ou irei colocar a pessoa em seu devido lugar e sou muito bem articulada com relação a isso, não uso de pejorativos, mas de uma consciência moral para que pessoa se conscientize do próprio comportamento medíocre. Falso moralismos alheio se quer causa qualquer efeito em mim, a não ser o do riso e o da vergonha alheia. São pessoas ''pobres de espírito'' ou seja, vazias mesmos, e embora haja tentativas e estejamos sempre esbarrando com esses seres, ter efeito(s) sobre mim e eu me sentir ''humilhada'' já é outros quinhentos, minha autoestima e a minha espiritualidade é muito elevada quanto a isso. Agora se a pessoa apelar demais, eu não pego leve. Eu deveria?

View more

᎒ ⠀⠀ Eu sempre vejo o o termo o "homem vx Deus" o correto não seria o "homem vs a biblia/religião/". O que é Deus para você?

Anony, algo que eu posso dizer com absoluta certeza é que nunca poderá existir o "homem vs Deus", pois a sabedoria do homem jamais irá se igualar a sabedoria divina, pois embora ele nos fez a sua imagem e semelhança, Deus não pensa, nem age, muito menos julga como o homem, assim como o seu tempo também não é igual ao nosso. E sim, poderia existir "Deus vs Religião", mas não "Deus vs Bíblia", pois Deus não criou religiões, mas criou a Igreja, não como imaginamos, está além disso, mas confirmado como está lá em Atos e II Coríntios na Bíblia, dentre outras passagens do Novo Testamento exemplificando o que a Igreja deve realmente ser, ou seja, a "Bíblia" não contrária Deus, revela Deus, assim como ensina como a igreja deve funcionar, não tem nada a ver com as religiões (tradições dos homens). Mas sim, podemos aprender muito sobre a espiritualidade através de algumas delas, de fato.
E o que Deus é para mim, anony? Uma única palavra se resume: Tudo! Ou eu não seria nada. Fator determinante em minha vida e em sua direção desde que me conheço por gente.

View more

As coisas (materiais, espirituais, profissionais...) pelas quais você almejava antes, são as mesmas de agora? Se não, qual foi o momento em que você percebeu que já não se sentia da mesma forma?

waldpoesie’s Profile PhotoJulia
A espiritualidade faz parte da minha vida desde a minha tenra idade e foi amadurecendo conforme o tempo, os anos, se quer cogito a minha vida sem ela presente, é algo que sempre busco trabalhar em cima para me manter em equilíbrio, focada. E dado isso, sempre algo muda, evoluí, transforma-se. Então coisas que eu almejava antes no quesito material, por exemplo, mesmo conquistadas algumas delas, pra mim não faz muito sentido hoje como antes fazia querer obtê-las. Da mesma forma no âmbito profissional, ao que hoje almejo se quer cogitei ano passado, por exemplo. Então acredito que as coisas vão mudando conforme o tempo, o amadurecimento ou por questão de prioridades, e é normal para cada fase e estágio onde se encontra tanto no externo quanto no interno.

Mas, doar é difícil pra mim hj em dia, acabei desenvolvendo um ceticismo muito acentuado. Obrigada pelas ponderações, vou refletir melhor, talvez, recomeçar com mais maturidade do que anos atrás. (é q as pessoas sentem, veem, trocam com o espiritual, ñ sei se me falo entender.)

Que tal montar um altar dentro de Casa e dedicar atenção a ele?
Que tal fazer orações todos os dias? Aprender a se relacionar com a espiritualidade diretamente e sem intermediários.
Tirando feitiços, fui receber manifestações físicas e psíquicas realmente formidáveis após 20 anos de prática, dúvidas, estudos...ninguem disse que é fácil.
Porém uma vez que certas portas sejam abertas as coisas fluem com mais facilidade.
Recomendo que procure um bom oraculista e exponha essas questões. As vezes o problema está em detalhes que ninguém atentou.

Mais um testezíneo! http://www.testesonline.com.br/fazer-teste-online/o-que-o-seu-nome-diz-sobre-voce-teste-online-de-numerologia

Auria_’s Profile PhotoRhafaelle -Auria
Assustei-me imenso com este teste, é quase tudo certo!
Seu número de destino é: 4
"Construção: Deve seguir pela vida desenvolvendo a autodisciplina eeficiência, a fim de chegar a resultados concretos em atividades que tenham importância.
A honestidade e a responsabilidade fazem parte do seu caráter. É conservador e gosta de viver de acordo com as regras e a tradição. Você deverá aproveitar seu potencial planejando suas ações de forma sistemática.
É o Número da Terra: você tem uma ligação muito forte com construção, matemática, física, mecânica administração pública. Gosta de planejar, ficando mais à vontade para trabalhar em atividades mais concretas, como as de engenheiro, medico, escritor, e em posições de gerência em que a disciplina, a atenção a detalhes e a busca da perfeição sejam fundamentais.
Deverá agir de forma prática e realista, pois muitas vezes poderá se atrapalhar na solução dos assuntos mais simples. Tome cuidado ao julgar os outros, pois você tem uma forte propensão a separar tudo entre certo e errado, tornando-se extremamente crítico. Evite a obsessão pela rotina e aceita as mudanças com mais tranquilidade."
Seu número da alma é: 7
"Você traz a sabedoria e a justiça desenvolvidas ao longo das suas vidas passadas. Procurou sempre analisar os fatos com profundidade para então chegar a uma conclusão de o levasse a ações seguras.
Não gosta que pairem dúvidas sobra as suas atitudes. Consegue através da busca da espiritualidade uma forma de iluminar os seus caminhos. A retidão na conduta é mais importante que o prazer. Prefere as companhias que gostem de filosofar sobre a vida e muitas vezes gosta de ficar só. E aí, sozinho, encontra na introspecção a oportunidade de questionar e analisar tudo o que o cerca. Você aprendeu a entrar em sintonia com você mesmo, desenvolvendo seus próprios recursos.
Você deve aproveitar sua espiritualidade e seu senso refinado de justiça para conquistar seu espaço, mas não pode descuidar, pois tende a entrar em melancolia."
Seu número da personalidade é: 6
"Você transmite desde criança uma imagem de afetuosidade e serenidade. Demonstra uma preocupação em buscar a verdade e a justiça. A beleza e a harmonia parecem fazer parte de seus interesses.
As pessoas vêem em você alguém com um espírito bondoso, amigável e até mesmo protetor, o que lhe confere uma grande confiabilidade. Demonstra um apego ao lar e à família, sendo dedicado ao casamento e um excelente anfitrião.
Mas se você estiver manifestando os aspectos negativos deste Número, deve procurar perdoar os erros dos outros, para não correr o risco de ser visto como uma pessoa orgulhosa."

View more

A Espiritualidade Oriental me parece muito mais "atraente" do que a espiritualidade Ocidental. Li Relatos de Um Peregrino Russo, A Filocalia. Sou católico romano há algum problema em ter essa grande admiração, e aplicar em minha vida espiritual? Que outros escritos são bons dessa tradição?

Nenhum problema. Também aprecio muito. Leia os Santos Padres, que são nossos também. Leia o Caminho dos Ascetas, do Tito Colliander. Leia a Pequena Philocalia.
Liked by: uil L S

Jaia, tava lendo aqui sobre a galara do recon grego e vi que os deuses gregos não curtem muito práticas de bruxaria, como é isso pra você ?

Bem, é um tópico bem debatido como as sociedades helênicas possuíam leis contra a bruxaria, feitiçaria e uso "nocivo" da magia.
Pelo medo da Hybris, do homem indo alem do "local" do homem no Cosmo, e invandindo terreno de prerrogativa divina. Dentro dessa visão, por exemplo, a hibridação de plantas não era bem quista.
Porem, temos que lembrar de duas coisas. O primeiro é o tabu social de uma determinada sociedade não reflete a visão dos Deuses sobre a mesma, mas os medos e receios do povo sobre a mesma.
Temos mudanças de perspectivas em diversas áreas da sociedade, tabus que são desfeitos e reconstruídos pelo povo, que precisamos entender que o que desagrada o legislador não é o que desagrada Atena.
Depois precisamos entender que a proibição de algo, a perseguição de algo, e a punição de algo significa nada mais, nada menos, que esse algo é praticado por uma parcela do povo.
E temos que lembrar que a bruxaria, enquanto pratica marginalizada (em partes) e tolerada (em partes), é uma manifestação da espiritualidade não dos grandes templos, mas de indivíduos que a praticam. Tanto, que muitas das placas de maldição, que seriam consideradas crimes, por encomendar a morte, danação, pobreza, doenças e sofrimento das vitimas, eram feitas em nome e em petição aos Deuses.
Precisamos entender que Bruxaria sempre foi algo mais complexo do que boas feiticeiras curandeiras perseguidas.
A segunda coisa que precisamos entender é: Hybris é o invadir do "espaço" dos Deuses, quando o humano, com suas ações, quebra a Ordem, porem, quando nos voltamos aos mitos e lendas, as Bruxas famosas da literatura, como Circe e Medeia, em suas ações, não estão ferindo a ordem, posto que é do "local" do Bruxo a Bruxaria, como é do "local" do passaro o voou.
Icarus quando vooa perto do sol, com seu ato (simbolico e se pegarmos o mito como uma narrativa) desafia o "local" humano.
Quando Medeia voa na carruagem dos Dragões, ela alça voou e o mundo segue, mesmo que ela tenha derramado sangue, ele segue.
A Bruxa, enquanto praticante de uma arte e oficio magico, como falamos ontem em uma resposta, tal qual o xamã de diversas culturas, não é vista em si como humana, nem como divina, mas alguem que caminha em ambos os mundos, um ser do entre-mundo, das encruzilhadas dos mundos (não é atoa que Hecate é a Rainha da Bruxaria).
Não existe Hybris da arte da bruxa, como não existe Hybris quando um leão devora uma criança. Existe só seres e suas naturezas.
O resultado prejudicial para o Bruxo, de sua arte, é mera ação e reação, longe de uma punição de Nêmesis por sua arte. Pois sua arte é a Arte desse entre-mundos, do humano, divino e demoníaco.

View more

Na tua opinião é normal uma pessoa não saber se definir religiosamente? Tipo assim a pessoa já não acredita em nenhuma religião.

Jonasrock2000’s Profile PhotoJonas
É normal. Religião não é uma coisa que todo mundo tenha que ter, como, sei lá, RG, CPF. Eu não me defino em relação a religião, digo que não tenho (para quem não é da minha família). Eu tenho um pouco de espiritualidade e acredito que exista algo sobrenatural, mas eu não faço oração (só se eu falar da boca para fora), não acendo vela, não me reúno com pessoas, não bato tambor, nada.

Estudando sobre espiritualidade vi que existe um conceito de quer se ascender velas dentro de casa pode atrair uma energia nao desejada. Seguindo esse pensamento eu atrairia essa energia ruim caso fizesse algum feitico fora do circulo?

Se vc não determina uma função ou razão para acender aquela vela, existe o risco de q ela atraia algum fantasma, por exemplo. Velas coloridas tendem a atrair as energias de sua cor. Velas pwrfumadas atraem a energia das correspondências da planta q a perguma. Para ter certeza, basta consagrar qualquer vela q vc acender p um objetivo específico ao invés de simplesmente acender e pronto.

Fiz uma visita à um Centro Espírita pra conhecer. Já conheço a Igreja Católica e Evangélica. Comparando todas, percebi como cada um tem suas crenças, seu jeito de agir e ver o mundo. A pergunta é: você tem crenças religiosas? Como vê as crenças dos outros? Disserte.

TheSaltzman’s Profile PhotoJoseph Saltzman
Eu não tenho religião, e respeito muito muito a visão de outras pessoas em relação á sua escolhas. Não tenho uma visão sobre o Catolicismo, ou sobre uma determinada religião. Mais Eu acredito que a religião em si é algo bom, com objetivos nobres e um potencial inacreditável, porém, existe a perversão de seus ideais e que mesmo sem querer foram algumas vezes agregados às Igrejas que por exigirem que seus "Métodos" não sejam questionados continuam a deturpar a idéia do divino e a imagem da própria Instituição. E exatamente esses dois pontos são cruciais para que eu não consiga acreditar em nenhuma religião, a necessidade de que as pessoas não pensem muito e a perversão do Divino, por isso eu prefiro falar que acredito em um ser superior, e continuar vivendo com a minha fé, humanidade e espiritualidade do que ficar preso á Dogmas e regras que podem sim fazer sentido, mas que em sua grande maioria tiveram sentido na época da criação dessas Instituições mas agora em pleno século XXI não podem mais ser aceitáveis. É bom lembrar também que todas as Religiões são criadas em cima de um Livro Sagrado que por sua própria natureza abre espaço para diversas opiniões e interpretações e que exatamente por isso é muito usado como forma de manipulação e acaba sendo depravado de uma forma inimaginável, então não tenho nada contra o Divino mas sim a Degeneração do Divino criada por pessoas e religiões com objetivos escusos.

View more

"Eu falei com Deus hoje, e ela disse que está envergonhada." Você acredita que há um deus? Caso sim, imagina que seja um homem, mulher ou você tem outra concepção deste ser?

Eu acredito que sim. Antes, eu pensava em Deus como uma figura masculina, porque eu fui criada na igreja evangélica e só deixei de ser depois dos 19 anos mais ou menos. Hoje, eu já acho que pode até ser que o Deus dos cristãos, judeus e muçulmanos exista, mas isso não exclui a existência de outras coisas sobrenaturais (boas, ruins, neutras). O meu Deus não é homem nem mulher, nem "não-binário" ou um monte de outros rótulos que as pessoas inventam. Ele não se parece com um ser humano, nem qualquer outra coisa que se conheça. Ele não é bom, nem ruim. Ele está além do nosso entendimento. Não adianta rezar para ele, orar, fazer sacrifícios, se humilhar, tentar comovê-lo, porque ele não é uma projeção de nós mesmos. Eu só acho que existe um caminho que o ser humano deveria trilhar, em busca da harmonia com tudo que existe. Eu acredito no valor da empatia, da simplicidade, da modéstia e da moderação. Muitas pessoas zombam dessas qualidades, preferem cultivar o hedonismo, o narcisismo, uma ilusão de liberdade (cheia de vícios, manias, parafilias), a ganância. A espiritualidade promove uma conexão do ser humano com o divino. Buscar alento no mundo material, buscar validação dos outros, é uma grande bobagem. É importante conseguir ficar sozinho em silêncio, se desconectar, tentar não pensar em nada ou só observar os pensamentos que surgirem e observar também o que está à sua volta, respirar fundo. Eu temo pelo futuro. Vai haver muito sofrimento, muita inquietação e vazio espiritual.

View more

Minha aversão à existência de Deus, pelo menos como ele é descrito nas principais religiões, esta cada vez mais forte. Estou ficando cada vez mais incomodado quando colocam Deus em qualquer assunto. Comecei a ler um post sobre a brevidade da vida. Fui me envolvendo e me emocionando nas primeiras (+)

(+) linhas do texto até que de repente a autora resolve envolver Deus e espiritualidade na sua reflexão. Pronto, a emoção que sentia e o prazer em ler o texto desapareceu rapidamente. Essa crescente aversão a Deus e espiritualidade, como controlá-la para que não vire desrespeito e/ou intolerância?
Apesar de estar anônima, vou responder a pergunta, por considerar proveitosa para todos. A questão é que, considerar que não existam deuses e nem entidades sobrenaturais, como alma, espíritos, anjos, demônios e elementais em geral, não implica em desprezar quem acredite, se quem assim o fizer o for de forma sincera e usar sua crença para pautar a vida de modo justo e caridoso. Por outro lado, espiritualidade não quer dizer, necessariamente, que se considere que existam espíritos e sim que se ocupe, pense, sinta e aja imbuído de propósitos elevados e virtuosos. Quem assim o for, absolutamente, não será preconceituoso e nem intolerante em relação a quem creia em deuses e espíritos. Pelo contrário, será caridoso e envidará esforços no sentido de esclarecer as pessoas crentes de seu equívoco. Para ser assim é preciso que se reflita bem sobre a questão e que se empenhe em pensar, sentir e agir respeitosa e tolerantemente.

View more

Nyx, eu tava aqui pensando... Como praticar nossa espiritualidade sem cair nas garras da apropriação cultural? Sei não, mas fico aqui pensando o que os deuses diriam, ou se se sentiram ofendidos. O que você acha?

Oi, Tainan. Tudo bem?
Eu acredito que essa é uma preocupação bem válida. Alguns grupos se recusam a cultuar deidades de religiões "vivas" (por exemplo, yorubas, budistas, xintoístas e hindus) justamente porque consideram apropriação cultural.
Eu tenho uma visão mais "light" disso (e de apropriação cultural como um todo). Para mim, eu posso cultuar uma deidade dessas dentro do MEU contexto religioso (isto é, neopagão), pois ele inclui todas as Deusas do mundo.
Venerar todas as Deusas do mundo, porém, é bem diferente de pousar de budista, nativo-americana e fazer "closplay" dessas culturas e povos. Eu parto da crença de que as deidades são bem maiores que nós, transculturais e gostam de ser veneradas. Por outro lado, não tem cabimento eu me vestir de pajé ou sair por aí dizendo que sou miko desde criancinha (a não ser que eu queria passar vergonha).
Na dúvida, eu converso com a deidade, pois é possível que ela tenha uma bronca específica em relação à minha etnia ou linhagem. Neste caso, trata-se de uma ótima oportunidade para fazer algo diferente de meus antepassados e valorizar a deidade, a cultura e os povos mais próximos a ela. E pode ser também um ótimo incentivo para quebrar uma maldição hereditária: https://ask.fm/Nyxsan/answers/132529889609
Outra idéia legal é fazer um teste de DNA para descobrir quais são as etnias que contribuíram com a sua formação genética. Vc provavelmente vai descobrir que carrega uma parte considerável do mundo em suas veias. Essas conexões - mesmo que pequenas - podem ser usadas para nos aproximar das deidades. Caso não haja nenhuma ligação genética, o próprio fato de vc estar neste planetinha, testemunhando toda sua grandeza e glória, já é uma conexão em si. Conexão de sacerdotisa, conexão de bruxa, conexão de xamã. Não precisa mais do que isso.

View more

https://ask.fm/alexhylaios/answers/140493170488 Você pode falar mais profundamente sobre essa visão filosófica dos helênicos do século II? Eu não sei aonde procurar sobre isso no Google!

Procura sobre a origem do conceito "Panteísmo".
O conceito geral é simples, a ideia é que Deus está em tudo mas não é tudo. Pq por exemplo: o estupro, o assassinato, estelionato e outros comportamentos que prejudicam diretamente pessoas ou um agrupamento de pessoas, não tem nada a ver com a energia dos deuses pois gerariam sujeira espiritual, miasma. Já ouvi o absurdo de quem Pan seria o Deus dos estupros pq alguns mitos dele ele tenta forçar a barra pra ficar com alguém. Quem fala isso é de uma ignorância histórica tão cabeluda que nem cabe dar ouvidos. Em nenhum mito de Pan ele força o ato sexual. E mito, religião e espiritualidade são coisas diferentes nas sociedade grega antiga. Só pra vc perceber as problemáticas da coisa. :)
Liked by: Hiago de Souza juan

Language: English