Pergunta do Hyan Batista: Professor, o anarco-comunismo que o senhor descreve seria como aquele descrito no livro Admirável mundo novo do Aldous Huxley? Porque se for, então é assustador, porque, numa sociedade que se guie por essa filosofia, dizer "eu te amo" seria anti-ético; o certo seria "nós.

Ernesto von Rückert
De modo nenhum. Aquilo é uma sociedade rígida e altamente controlada. Nada anarquista. No anarquismo não existe proibições. As pessoas fazem o que seja certo por alta consciência e responsabilidade, bem como pelo total altruísmo. Mas isso não é algo exigido de ninguém. É o modo se ser do mundo. Daí o que sempre digo que o anarco-comunismo não pode ser implantado e sim alcançado por uma evolução civilizatória da humanidade, ao longo de muitas e muitas gerações.

View more