@DionisioPurple

Dionísio

Ask @DionisioPurple

Sort by:

LatestTop

— Uma maravilha. — Respondeu sem muito ânimo, dando de ombros. — É bom voltar. — Finalizou, agora com um pequeno sorriso. — Muito trabalho para mim?

ofdem’s Profile PhotoAgatha Blake
Dionísio sorriu e colocou uma das mãos sobre o ombro dela com um sorriso grande em seus lábios.
—É sempre bom lhe ter de volta. E é claro que tem! Aqui sempre tem, afinal a casa de vocês também é aqui.
Sorriu de canto brevemente.

Hella pensou por um momento, já havia se questionado sobre isso mas por mais que estivesse tentando por causa de Taylor, ainda fazia isso de forma consciente então sabia que em algum momento teria que terminar seu caso com a campista, por mais difícil que fosse. —Não sei Dio, sinceramente.

Ellienchanted’s Profile PhotoHella
—Um dia saberá. Mas, mudemos de assunto. Compus uma música nova ela não vai ser tocada. Não quero ouvir o comentário de Ártemis achando coisas. Ela... É muito criativa sabe?
Disse bebendo o líquido de seu copo com muita tranquilidade. Pensativo.
—Quer ler? Se você comentar algo como o dela, não mostro mais!

bora torcar fotinhas?

—Eu sou uma piada pra você é? Que papo é esse maluco? Nem me chama pra jantar, me paga um vinho importado dos melhores lugares que produzem vinho. E vem com isso? Se tá doido com esses mortais.
bora torcar fotinhas

Related users

— Comentei sobre a primeira mesmo. — Respondi quando finalmente o fôlego voltou, e a cor de meu rosto retornava ao normal, apenas com algumas manchinhas avermelhadas. — A culpa é sua por me fazer rir!

—Ah! Mas se o poderoso Zeus possui tantos... É meio que de se esperar que seus descendentes o sigam... Meio que é o... A fruta não cai longe do pé? Ou algo assim... Humanos são confusos com essas coisas de ditados populares.
Disse, e estava levemente sem jeito. Algo raríssimo de se acontecer perto de alguém, então após deixar a taça de vinho nas mãos dele, mexeu no cabelo disfarçar a timidez que surgiu. E o leve rubror com o sorriso convencido em seus lábios, que era charmoso ao mesmo tempo.
—Ei! Faz parte do meu charme ser engraçado, alguns tem brilho natural, outros tem outra coisa... No meu caso comédia.
Respondeu, nem notando o sorriso levemente adocicado e um pouco fofo que alterava o sorriso convencido. Claro que não durou muito tempo e ele nem notou a mudança.
—Não me culpe por ser guloso.
Brincou ele, aliviado por ele estar bem. E então com um estralar de dedos uma tigela de chocolate surgiu.
—Doce?

View more

A loira sentiu o abraço ser retribuído, juntante do carinho sobre seus cabelos macios, amava os abraços de Dionísio não importava a aparência que o mesmo estivesse usando. Abriu um sorriso doce enorme para o mesmo se afastando para mirar seus olhos. —Assim sinto-me honrada! O que vai fazer agora?

OfAfrodite’s Profile PhotoFrancesca
—Pois deveria mesmo querida.
Disse rindo baixo. Soltou-a devagar, e antes de se afastar um pouco dela beijou a testa dela.
—Apesar da honra ser absolutamente toda minha. Eu? Ah, não sei ainda. Estou pensando e você?

—Acho que ele gostaria de um minuto de paz.— Respondeu agradecendo a gentileza de Dionisio com um breve gesto de cabeça, entrando no escritório dele, aguardando que ele também o fizesse.

bydespina’s Profile PhotoWynter Lightstorm
—Tá anotado. Pedirei a elas. Mas vou pedir para alguém ir falar com ele, quer me ajudar com isso?
Perguntou a ela a seguindo para dentro da sala. Encostou a porta e andou até a sua própria mesa.
—Pode ficar a vontade. Quando vier devolver pode escolher outros se gostar. Os de teatro são meus preferidos.

—Sempre.— Disse em resposta estendendo o copo na direção dele.

Ellienchanted’s Profile PhotoHella
Serviu mais uma dose a ela.
—Às vezes me pergunto se um dia vai estacionar em alguém. Porque em alguma coisa eu já tenho essa resposta.
Divagou o Deus, bebendo de sua bebida calmamente.

—Você precisa parar de ler meus pensamentos.— Resmungou a semideusa ao ouvi-lo falar sobre o que ela pensou, aceitou o copo de suco que ele ofereceu bebendo um pequeno gole. —Ela está bem, o mesmo de sempre, correndo de um lado para o outro. Gravações, Photoshoots e tudo mais.

OCDemi’s Profile PhotoJohanna Hawk
—Anna, você é a minha garotinha. Entenda que sempre vou entender quando não estiver bem ou tiver minimamente desconfortável. Sou o seu pai. Não parece, ainda mais nessa aparência. Mas sou eu.
Respondeu ele beijando o topo da cabeça dela e sorriu ao ouvir sobre a mãe dela. A mesma de sempre. O sucesso sempre a tinha em seus braços ela nasceu para isso. Um vida toda. Sentiria falta de quando ela fosse embora, era altamente talentosa.
—Fico feliz por ela.
Bebeu um pouco de seu suco.

— Olha, não é tão diferente de alguns dos nossos irmãos. — Fiz uma careta, enchendo as bochechas de pipoca novamente, o que foi uma péssima ideia pois engasguei na hora da imitação, precisando beber um longo gole do vinho. — Dionísio! — Ri em meio a tosse.

—Em qual sentido? Fazer filhos ou deixar uma camisinha dentro de uma humana? Se um deles fez a segunda opção, vou estar solicitando aulas pra eles, bananas e pepinos pra ajudar!
Respondeu a ele, muito bem humorado como sempre e riu da careta que o mesmo fez.
Até que ele se engasgou, Dio saltou de onde estava e ficou abaixado em frente a ele acocado, muito preocupado, fez o vinho aparecer imediatamente com um estalar de dedos. Passou a ele e passou a mão livre nos cabelos bagunçados.
—Não me assuste assim! Você tá melhor?
Ele não sabia como ele conseguia rir naquela situação, bateu de leve nas costas dele.
—Você sempre muito guloso... Pelos Deuses!
Comentou, ainda ao redor dele, o amparando.

— Sinceramente, a maioria dos filmes que Fran me fez assistir eram ainda mais água com açúcar, mas considero a lerdeza deles bem irritante sim. — Ri de meu próprio comentário, além da própria empolgação de Dionísio que se tornava cômica.

Dionísio riu quando ele comentou o tipo de filmes que assistiam. Logo um meio sorriso, gostava de como ele não ligava para o que assistiam.
—É muito. Já disse Hollywood devia nos contratar.
Logo ficou com as mãos na cintura bem sério. Gesticulava com uma mãozinha italiana e a outra na cintura até tirando a coberta sobre si.
—Você tá vendo isso Apolo? Ela tá apoiando ele a ficar com a outra garota sendo que ele é afim delaaaa! Ma que, que se tá fazendo menina? Se tá cega?
Fez uma careta. A coisa só piorou depois quando ela descobriu que estava grávida não contou ao melhor amigo e não foi para a faculdade que planejaram ir desde novos.
—Aquele garoto idiota não assumiu o bebê. É um idiota, que não sabe por uma camisinha. E ela se lascou. Acho que eu sou a melhor amiga dela ali, eihn? Tem um pouco do meu humor.
Brincou. Bebendo o chocolate quente se cobriu novamente, seguiu roubando pipocas de Apolo.

View more

De certa forma era estranho ter q se acostumar com a aparencia mais jovial do pai, quando era mais nova e o conheceu, o mesmo optava por algo mais velho. Talvez para não ficar tão distante da idade de Marina. —Muito melhor que fugir de paparazzis e monstros.

OCDemi’s Profile PhotoJohanna Hawk
Dionísio suspirou era a filha que passou mais tempo com ele, a que criou mais vínculo, odiava quando saia de lá se colocando em perigo, mas também não queria lhe privar de ter uma vida.
—Desculpe.
Era um desculpe por não cuidar a linhagem, não ter tido cuidado, mas também sobre a escolha da atual de sua aparência.
—Sei que ainda é difícil se acostumar com essa aparência, logo voltarei a habitual. Afinal que músico não envelhece? Quando isso começar a não bater. Voltarei a ficar confinado aqui novamente por mais um tempo até arrumar algo novo.
Começou ele. Não que ele se explicasse a todos e nem nada disso. Mas Anna era o seu bebê, sua garotinha que esteve perto da morte tantas vezes. Que acabava fazendo isso vez ou outra.
—Sua mãe está bem?
Mudou um pouco o assunto pegando uma bebida leve pra ambos. Suco de uva natural, pegou o copo e ofereceu a ela.

View more

— Combina mesmo. — Falei, rindo de seu último comentário enquanto segurava firme a xícara com chocolate quente, soprando a fumaça para longe antes de dar o primeiro gole. — Vamos levar em consideração que filmes americanizados são assim.

Dionísio sorriu de canto com o que ele disse soprando também, talvez devesse esperar, roubou mais pipoca de Apolo.
Revirando os olhos em seguida. Norte americanos eram um problemáticos realmente. Toda a confusão sendo armada, e no fim Dio deu uma tapa em sua testa quando olhava o enorme climão dos protagonistas.
—Devíamos ajudar Hollywood com filmes melhores. Tem alguns que eles copiam de outros países pra pior. OLHE PRA ISSO ELES SÃO PERFEITOS UM PRO OUTRO!
Respirou fundo antes de bufar para a televisão.
—Tá... Eu preciso olhar menos esses filmes com Fran e Odette. Mas diz pra mim que você também vê que eles combinam... Por favor... Eles podiam não ter se ferido, Apolo. Se me entende? Não precisavam.
Movia uma das mãos meio fechadas como se fosse um italiano, uma de suas terras preferidas.

View more

— Obrigado. — Agradeci com um sorriso, voltando a prestar atenção na tela onde passava o filme. Não me importei em dividir a pipoca, e o clima estava se tornando mais agradável. — Ártemis não tem muita paciência para filmes, na maioria das vezes ela se irrita ou dorme.

—De nada, não gosto da ideia do sol apagar. Eu sempre gostei do verão. Mesmo que climas como os do outono sejam meu preferido. Combina mais comigo.
Disse com um meio sorriso, e então ao ouvir sobre Ártemis acabou rindo. Ela era realmente assim, balançou a cabeça negativamente.
—Às vezes ela é muito ranzinza com filmes, mas se quiser pra ela não dormir olhe os de luta, guerra ou terror. Terror não é muito meu estilo.
Deu de ombros, os dedos estalaram para chocolates quentes.
—É ótimo no inverno.
Disse roubando mais pipoca. A cena que se passava no momento era a que a camisinha ficava presa dentro da menina.
—Deve ser uma coisa bem desagradável. Ele não sabe nem colocar uma camisinha direito. Pelo amor de mim!
Liked by: Jason Grace

A garota arqueou a sobrancelha ouvindo o tom tão conhecido de bajulação do pai, queria algo... E por acaso estava certa em supor isso, vindo em conjunto o convite para o show. Johanna soltou um beixo e rápido suspiro, havia recém voltado ao acampamento e nem conseguiu fazer suas tarefas. —Vou tentar

OCDemi’s Profile PhotoJohanna Hawk
Dionísio abraçou a filha, beijando o topo da testa dela.
—Está conseguindo se adaptar novamente?
Disse antes de agradecer em japonês para a filha.

— Sem problema. — Ri ao deixar a taça no móvel ao lado, puxando um pedaço da manta para me cobrir também. O clima estava um tanto frio e isso me incomodava. — Valeu. — Aceitei a pipoca de bom grado.

Dionísio riu quando o viu se cobrir, passou o balde de pipoca grande que tinha em mãos, então se levantou e pegou mais uma manta mais grossa, o cobrindo.
—Assim vai manter o seu calor melhor.
Deu um pequeno sorriso a ele, voltando a onde estava cobrindo apenas os pés para deixar ele quente e confortável.
O filme estava começando, roubou pipocas do balde dele.
—Se eu brigar com o casal principal desculpa. Aprendi com a Francis, isso é engraçado olhar filmes com ela. Parece que ela está lá dentro vivendo, como se pudessem ouvi-la é engraçado. Você escolheu bem quem lhe ajudar. Ela tem vida e bom olhos pra arte.
Liked by: Jason Grace

— Digamos que estou em toda parte, cabe a mim permitir que vejam ou não.

tprimordial’s Profile PhotoÉrebo
—Justo.
Concluiu o Deus, deslizou para fora da mesa que estava sentado.
—Posso lhe oferecer uma bebida? Ou talvez algo que deseja comer?
Perguntou o mesmo indo servir-se um pouco de água. Ajeitou a coroa de louros na cabeça.
Liked by: Jason Grace Heitor

—Não que me lembre.— Constatou tentando pensar.

ascoldastone’s Profile PhotoQuíone
Dionísio ficou observando o teto distraído com o casal de borboletas que invadiu sua sala, imaginando se era assim que Hermes e Íris se sentiam. Até que Quione o respondeu. E ele não lembrava sobre o que falavam anteriormente.
—Desculpa... Sobre o que a gente conversava mesmo?
Era melhor não enrolar para descobrir podia ser um assunto sério. Ainda mais por ela parecer pensativa.
Liked by: Jason Grace Heitor

—Oi pai, queria me ver?

OCDemi’s Profile PhotoJohanna Hawk
—Minha querida filha, claro quando seu pai não quer lhe ver?
Perguntou com enorme sorriso nos lábios largando a papelada chata sobre a mesa e indo até a mesma.
—Tenho um convite a lhe fazer, é uma das poucas filhas que me apoia com a banda, gostaria que fosse no show dessa noite, se não tiver ocupada. Por favor não esteja...

—Sentiu a minha falta tenho certeza. —Falou a Deusa ao se aproximar dele, com um enorme sorriso em seus lábios. Não demorou muito para abraçar o mesmo num forte abraço com um sorriso nos lábios.

OfAfrodite’s Profile PhotoFrancesca
Ao ouvir a voz macia familiar Dionísio abriu um sorriso pequeno nos lábios, uma de suas ninfas/bacantes lhe lançou um guarda-chuva já que ele planejava andar pela chuva. Ele agradeceu com um aceno de cabeça finalmente de virando para a voz que conhecia tão bem.
Antes que pudesse a responder de alguma forma ela já o estava abraçando, era tão afetuosa e macia quanto a mãe dela. Passou as mãos sobre os cabelos dela, lhe fazendo carinho sobre eles.
—Quando foi que não senti falta de uma presença tão marcante quanto a sua Francis?
Finalmente a respondeu beijando sua testa de forma carinhosa. Ela e Íris eram suas protegidas. Sabia que ambas também estavam na lista de protegidas de Hefesto.
Sentiu a minha falta tenho certeza Falou a Deusa ao se aproximar dele com um
Liked by: Jason Grace Heitor

Ele só era um pouco careta para algumas coisas, mas estava fazendo um drama por nada. —Vou tentar, se nenhum dos pirralho tiver algum ataque pelo eclipse, estarei lá.— Garantiu Hella terminando a bebida, os primeiros eclipses no acampamento podiam ser perigosos aos filhos de hekate.

Ellienchanted’s Profile PhotoHella
—Certo, deixarei seu lugar reservado de qualquer forma.
Como se lesse o pensamento dela, ele apenas riu.
—Sou o Deus do teatro o que seria da minha vida sem um pouco de drama sobre meus próprios clichês?
Perguntou e então estalou os dedos, os livros começaram a ir para seus lugares do jeito que estavam antes. Organizando o local.
—Aceita mais uma dose?

—As filhas de Quíone estão desde o outono implorando pra ele jogar, não é algo que interesse muito a ele.— Admitiu wynter, sabia dos gostos do irmão e como ele preferia estar soxinho ou em sua companhia apenas. Estar no centro de jogos assim nunca lhe chamou muita atenção.

bydespina’s Profile PhotoWynter Lightstorm
—Hm... Então não vão conseguir os créditos para o chalé de vocês? O plano era ser estilo um caça bandeira...
Comentou o Deus agora pensativo, abriu a porta de seu escritório assim que chegaram e deu prioridade a ela passar na frente.
—Damas primeiro.
Disse inclinando-se um pouco para que fosse mais cordial e cavalheresco.
—Ele fostaria de ajuda ou simplesmente não ser mais importunado neste assunto?

—Pode ser, estou precisando de algum passa tempo mesmo.— Parecia uma boa ideia, quando os irmãos Lightstorm chegaram ao acampamento não tinham muitos pertences consigo e mesmo depois de trazer tudo, ainda era pouco. A garota acompanhava o caminhar dele. —Fiquei sabendo, Max está sofrendo com a ideia

bydespina’s Profile PhotoWynter Lightstorm
—Perfeito.
Respondeu ele calmo, enquanto caminhavam colocou as mãos para trás do corpo e apenas andava a observando vez outra.
—Por que ele está sofrendo por antecipação? Vai ser legal. Além de que a maioria acha que vocês filhos inverno e os filhos da neve terão maior vantagem a qual julgam injusta, por isso eu já escolhi um juíz imparcial para caso necessário. São apenas jogos de inverno o que será que o deixa tão ansioso jovem?

Next

Language: English