Ask @wolfedler:

Professor, você trabalha numa universidade? Se sim, poderia me dizer como é o processo de seleção de docentes?

vandal
Sou aposentado pela Universidade Federal de Viçosa. A seleção de docentes é feita por concurso público de títulos e provas, publicado em edital. Tem que ficar vendo os sites das universidades para ver quando é aberto algum. Atualmente todas as universidades públicas exigem o título de doutor para a inscrição. Não sei como acontece nas universidades privadas.

View more

Quem é Marx perto de um Aristóteles ou um Leibniz? Pra mim, não passa de uma criança pirracenta. E ainda assim elegeram o maior filósofo da história.

Rafael Ribeiro
Quem fez isso foram os marxistas. Marx, em verdade não foi um filósofo e sim um sociólogo e um economista. Suas contribuições para a filosofia foram bem pequenas e, normalmente, equivocadas, mais focadas na filosofia da história. Mais do que tudo, no entanto, Marx foi um teórico revolucionário, que articulou movimentos políticos, mesmo não tendo sido, ele próprio, um político. Mas não pegou em armas, como Bakunin.

View more

O que explica o fato de que departamentos inteiros de filosofia das grandes universidades no Brasil serem formados por professores incultos, presos na Teoria Crítica sem nunca ter lido nada para além dela?

Rafael Ribeiro
Comodismo. Preguiça. Recusa em "dar o braço a torcer" e admitir que estava equivocado. Em suma, vaidade. Ou seja, tudo o que um verdadeiro filósofo não pode ser. Um filósofo, antes de tudo, tem que ser virtuoso. Senão não é filósofo. Depois tem que ser um livre pensador, isto é, ter a mente aberta a qualquer possibilidade. Eu disse: "QUALQUER". Em terceiro lugar tem que ser metodologicamente cético, isto é, não ter certezas e, mesmo naquilo que esteja bem convicto, considerar que possa estar errado. Depois disso, é claro, tem que dominar o "metier" de filosofar, ou seja, de raciocinar logicamente, de argumentar, de expressar com clareza o pensamento, Isto é, ser muito bom em lógica, dialética e retórica. Aí vai ter que conhecer os diversos capítulos da Filosofia em abrangência e profundidade, isto é, Metafísica (incluindo Ontologia), Epistemologia, Cosmologia Filosófica, Teodicéia, Psicologia Filosófica, Ética, Estética, Filosofia Política, Filosofia Econômica e tudo o mais. E para entender disso tudo, também tem que conhecer a Cosmologia Física, a Psicologia Biológica, ter boas noções de ciências e de artes e, finalmente, conhecer bem a História da Filosofia. Tem que ser um bom literato para saber escrever a respeito com apuro e elegância e tem que ser um excelente didata para poder ensinar tudo isso de modo compreensível e eficaz. Daí que ser filósofo é uma das ocupações mais abrangente e mais difíceis de se abraçar. Conjugado ao fato de não ser algo que propicie bons rendimentos, só quem, realmente, seja fascinado por Filosofia, deve se dedicar a ela, e assim o fazendo, tem que ser com grande devoção.

View more

A constante de Coulomb é análoga do Joule

anderson
Não. A constante da Lei de Coulomb da Eletrostática é análoga à Constante da Gravitação Universal da Lei da Gravitação Universal de Newton.

View more

oi. Estou cursando arquitetura e tenho preocupação quanto a projetar casas ricas e confortáveis para uma pequena parcela de pessoas das quais posso considerar de má índole. pessoas que não tem afeto pelos animais, natureza e população. Como poderia lidar com essa situação quando estiver em trabalho?

Gabriel J.F. Andrade
Simples: não aceite encomendas desse tipo de pessoas.

View more

Você odeia mais o capitalismo ou o Estado?

Khraut
Prefiro que exista o estado sem o capitalismo do que o capitalismo sem o estado. Mas, é claro, um estado democrático. Todavia note que capitalismo não é existir capital e sim que o capital esteja na mão de uns e não de todos. E que os que não possuam capital aluguem seu trabalho para os capitalistas por um salário. Se o capital for distribuído por todos e ninguém for empregado assalariado, não existe capitalismo. Mas, até que se chegue lá, pode-se passar por um estágio intermediário em que o capital, mesmo não sendo de todos, seja muito bem pulverizado pela população, não existindo ninguém que seja detentor de grandes capitais. Mas não se pode, de modo nenhum, colocar todo o capital na mão do estado e fazer todo mundo ser empregado do estado. Esse "Capitalismo de Estado", que vigorou na União Soviética e onde foi imitado, é que foi erroneamente chamado de "Comunismo" e que levou muita gente a sentir horror do comunismo, especialmente porque também foi associado a um regime político totalitário e policialesco. Esse "comunismo", de fato, é abominável. Mas isso, absolutamente, não é comunismo.

View more

Justificativa para soltar o bandido do Nuzman: “argumentou não ser tolerável que se mantenha no cárcere, sem culpa formada, um homem de 75 anos de idade, que enfrenta problemas de saúde incompatíveis com o insalubre ambiente prisional, situação que coloca em risco sua vida e bla bla bla”

Anonima, 16 a 18 anos, branca
E os pobres que ficam lá assim mesmo sem que ainda se tenha uma culpa formada? Essa justiça não é nada cega. Tem que mudar a estátua dela lá da frente do prédio do Supremo Tribunal Federal.

View more

Em eletromagnetismo o ampero é o análogo do deslocamento em mecanica

anderson
Não. A intensidade de corrente elétrica é mecanicamente análoga à vazão ou fluxo de um fluido ou de um fluxo de partículas, como um fluxo de veículos em uma estrada. A intensidade de corrente elétrica é o análogo da razão do número de veículos que passam pelo tempo que levam passando. Claro que isso tem a ver com a velocidade do escoamento do fluido ou das partículas. Mas não é o mesmo.

View more

É muito prejudicial estudar por exercícios resolvidos

anderson
Não é muito mas é preferível não o fazer, para se adquirir segurança sem nunca ter certeza. Pois assim é que é a vida.

View more

Você usa aliança (anel) de casado? Você não acha que este rótulo opressor, que a maioria dos casais exibem, deveria ter sido descartado há muito tempo?

João Bosco Vianna
Não uso. Nem minha mulher. Isso não significa nada. Se a pessoa quiser ter algum relacionamento extra-conjugal, não é uma aliança que vai impedir. Além do mais considero que os relacionamentos conjugais podem, perfeitamente, serem múltiplos, desde que isso seja sabido e consentido por todos os envolvidos. Do mesmo modo que não uso anel de grau de formatura (mesmo tendo ganho um de meus pais) e nem gosto de ser chamado de senhor, professor, doutor ou qualquer tratamento, mas apenas de Ernesto e de você. No entanto não gosto de apelidos (alcunhas e não sobrenomes). Também não falo gírias. Nem uso tratamentos de excelentíssimo, digníssimo e outros do tipo em minhas correspondências, mesmo oficiais. Ou Vossa Excelência, Vossa Senhoria. Isso não é uma questão de desobediência a normas de linguagem. É uma questão de concepção filosófica igualitária e anarquista. Para mim todo mundo é "você", mesmo o delegado, o juiz, o bispo, o rei ou o papa. Sou como Voltaire. Isso eu aprendi com meu pai que aprendeu com o pai dele. Em minha família todo mundo fala assim. A avó é você e sempre foi, desde que me conheço por gente há mais de sessenta anos. E não é nenhuma falta de respeito. Pelo contrário, todos em minha família são extremamente respeitosos e, muito mais do que isso, extremamente carinhosos.

View more

Por que os físicos não gostam de química?

anderson
Porque, em geral, a consideram muito técnica e prática e não básica e fundamental. Os fenômenos básicos que dão conta de explicar os fenômenos químicos, são físicos. A química, em si mesma, não é uma ciência básica e sim uma ciência prática e aplicada. Por outro lado, a Química, comparada com a Física, é extremamente fácil, envolvendo uma matemática muito elementar. Daí os físicos a considerarem colocada em um patamar mais baixo. Mesmo que ela, tecnologicamente, seja capaz de apresentar muitos resultados espetaculares para o desenvolvimento de materiais e dispositivos. Mas não para o entendimento profundo do funcionamento do mundo.

View more

Boa parte da tradição filosófica considera que os filósofos mais geniais da história recente foram Marx, Freud e Nietzsche. Você concorda? Eu acho que há filósofos bem mais "outstanding", como Ortega y Gasset, Eric Voegelin etc...

Rafael Ribeiro
Porque aqueles foram mais impactantes em razão da divulgação que tiveram de suas obras.

View more

Uma má notícia para quem concluiu o ensino superior recentemente: https://www.facebook.com/Exame/posts/10155766529283953 ... https://www.youtube.com/watch?v=oqsybFEpUVw #OlavoTemRazao

Uma das razões é a excessiva importância dada, no Brasil, a um título de graduação, em detrimento das habilitações técnicas de nível médio. Técnicos especializados, em geral, têm rendimentos superiores aos graduados, especialmente se forem autônomos ou empresários, em vez de assalariados. É importante que as escolas, tanto as médias profissionalizantes quanto as superiores, incentivem com muita força o empreendedorismo no lugar da busca por empregos. E o empreendedorismo, muitas vezes, não requer curso superior. A lei, por outro lado, teria que exigir o diploma de técnico para que se trabalhe como pedreiro, mecânico de automóveis, bombeiro hidráulico, eletricista, lavrador, pintor, cozinheiro, costureiro, motorista, manobrista de grua, piloto de embarcação ou aeronave, gerente, ou outras atividades desse tipo exercidas pelas mulheres ou homens. E também incentivarem as pessoas a serem comerciantes, artesãos, industriários, sitiantes, em suma, a não terem empregos e nem salários.

View more

O homem se torna rico não porque nasce privilegiado, senão porque se esforça para a conquista de um sonho. Espaço para reflexão.

Hamilton the Hipster Cat
Nem sempre. Há quem seja rico por herança, sem esforço nenhum e há quem se esforce muito e não fique rico. Ser rico ou não depende de uma conjunção de coincidências, muitas das quais inteiramente fortuitas, que alguns chamam de "sorte", mas que, em verdade, tratam-se apenas de acasos favoráveis.

View more

Qual a sua opinião sobre essas pessoas que postam foto dos filhos recém-nascidos (muitas vezes na sala de parto ainda) no Facebook? A criança mal saiu do útero e já está sendo exposta.

William
Não vejo problema nenhum. Os pais sentem-se orgulhosos de terem tido um filho ou uma filha e querem mostrá-los para todos. Isso é perfeitamente legítimo. Qual o problema se ser exposto ou exposta?

View more

Preferias ter um namorado(a) para sempre ou um melhor amigo(a) para sempre?

Tanto um namorado ou namorada quanto um amigo ou amiga, não há como serem para sempre, porque, muito provavelmente, eles ou elas ou você acabarão morrendo. Mas poderia ser até que se morra. Acho que ter uma pessoa que sempre continue sendo amiga é mais importante, inclusive porque o namorado ou namorada, deixando de o ser, não precisam deixar de ser amigos ou amigas. Também é importante considerar que, do mesmo modo que se pode ter mais de um amigo ou amiga e que esse amigo ou amiga pode ter outros amigos ou amigas, também pode se ter mais de um namorado ou namorada em paralelo e esses namorados ou namoradas podem ter outros namorados ou outras namoradas em paralelos. Mesmo que sejam esposos ou esposas. Desde, é claro, que isso seja algo plenamente conhecido e consentido.

View more

"Acho que é muito importante fazer atividades físicas e deploro não fazê-las, mas é que detesto tão profundamente que não consegui reunir força de vontade para fazer a contragosto. " Por quê você tem tanta aversão a atividades que exijam algum nível de esforço físico? Nem sequer uma caminhada?

Renan Ruseler
Não se tem uma explicação racional para o fato de se gostar ou deixar de gostar de algo. Há quem deteste óperas, deteste música clássica, deteste matemática, deteste física, deteste filosofia, deteste estudar, deteste pensar, deteste desenhar, deteste pintar, deteste cantar. Eu adoro tudo isso e me comprazo em passar muito tempo me deleitando com isso. Todavia eu detesto qualquer atividade física e qualquer tipo de esporte. Como, também, qualquer tipo de jogo, exceto xadrez e desafios como o cubo de Rubik. Baralho, então, acho deplorável perder tempo com ele. Como também detesto conversar fiado. Mas eu adoro conversar temas relevantes, filosóficos, científicos, artísticos, culturais, educacionais e políticos e econômicos, mas sob um prisma conceitual e filosófico. É porque isso é que povoa o meu cérebro o tempo todo. É com isso que eu sonho. Não consigo deixar de ser eu mesmo. Mas não sou pernóstico e nem empafioso. Gosto de ouvir as pessoas falarem de suas atividades, de seus projetos, de seus sonhos, de suas concepções, de suas ideias. Mas não de falarem da vida dos outros. Isso eu corto. Passear eu gosto, para apreciar a paisagem, mas de vagar, sem me cansar. Detesto ficar cansado. Porém não sou preguiçoso. Faço muitos serviços, inclusive de faxina e conserto de muitas coisas. Mas faço tudo de vagar, sem me cansar. Não me preocupo com o tempo que vou levar para fazer algo. Vou fazendo. Se não der tempo, interrompo e depois continuo. Não ligo para as aparências. Se ficou bagunçado, deixo e nem peço desculpas aos outros pela bagunça.

View more

(continuação)

Ernesto von Rückert
Há casos em que a revolução não foi para derrubar um poder tirano mas, justamente, para derrubar um poder legítimo e instaurar um tirano, como o golpe de Vargas, em 1930 e o militar, de 1964 no Brasil, o de 1973 no Chile, o de 1976 na Argentina, o de Mussolini, na Itália, em 1922. o de Hitler, na Alemanha, em 1934, o de Franco, em 1936 na Espanha, o de Salazar, em 1932 em Portugal. Todas as revoluções que não foram para colocar uma democracia no lugar de uma tirania foram ilegítimas e os grupos de resistência que se estabeleceram na clandestinidade nessa épocas e lugares é que se pode dizer que levavam a bandeira da legitimidade.

View more

Tudo que é permitido pela moral é ético de forma universal?

Renan Ruseler
Não. Em tese, as permissões, proibições e prescrições morais deveriam ser conformes o que a ética estabelece como bom ou ruim, justo ou injusto, válido ou inválido, legítimo ou ilegítimo e assim por diante. A ética assim o faz com base nos critérios metaéticos da regra de outro, do imperativo categórico e do utilitarismo (maximização da felicidade para o maior número de seres). Todavia a moral, como é um corpo de normas imposto pelos detentores do poder, a ser seguido pelas pessoas de certa época, local, estrato social, convicção religiosa ou outro aspecto que as agrupe, em geral se torna enviesado pelo atendimento dos desejos dos poderosos (religiosos, políticos, econômicos ou militares - que, muitas vezes se reúnem nas mesmas pessoas), no sentido de garantirem seus privilégios e evitarem contestações da população a seus atos e poderes. Assim a moral pode estabelecer normas que não sejam éticas, bem como deixar de estabelecer algo que a ética indica. Nesses casos é preciso que as pessoas se insurjam contra essa moral por meio da desobediência generalizada que leve à revogação da norma moral não ética. É importante frisar contudo, dois aspectos. O primeiro é que a moral, apesar de ser relativa ao contexto social, época e lugar, não é subjetiva, isto é, não existe moral particular. O segundo é que a moral, em sendo ética, precisa ser acatada, para o bem geral da coletividade. Outra questão pertinente é a das leis. O estabelecimento do que seja legal ou ilegal tem que ser consoante ao que seja legítimo e ilegítimo, que é algo aferido pela ética. Da mesma forma que a moral, que não tem uma codificação registrada por escrito, mas é consuetudinária, a lei, que é registrada em códigos aprovados pelo poder estabelecido sobre a sociedade (seja qual for ele: democrático ou autocrático), muitas vezes não é legítima, mas também se coloca para o atendimento dos desígnios dos detentores do poder. Nos casos de ilegitimidade da lei, também se impõe a "desobediência civil", com a diferença que, nesse caso, o desobediente tem que arcar com as consequências, como multas, prisões, confiscos, exílios ou, até, a morte. Por isso é que essa desobediência tem que ser coletiva, para ter força suficiente para revogar a lei ilegítima. Claro que há o recurso, que, inclusive, deve ser tentado primeiro, de revogação da lei pelos meios institucionais existentes. Só que, às vezes, isso não se consegue, porque os legisladores não são justos e honestos. Então a desobediência civil é o recurso. Em casos extremos, como o da existência de uma tirania, é válido promover uma revolução para a derrubada do governo tirânico e o estabelecimento de um legítimo. Todavia, em alguns casos, o grupo que derrubou um poder tirânico, por sua vez, se torna um novo poder tirânico, como aconteceu na Russia em 1917, em Cuba em 1959, na França em 1789 e em outros lugares e ocasiões. (continua)

View more

As provas de adnissão para mestrado e doutorado são muito difíceis, em relação ao nível de exigência

anderson
Sim, de fato. Especialmente para as instituições de renome. Mas é assim que tem que ser mesmo. Senão vai acontecer com a pós-graduação o mesmo que está acontecendo com a graduação e já aconteceu com o Ensino Médio e o Fundamental: uma degringolada de qualidade completamente sem noção. Sob o pretexto de democratizar o acesso a níveis mais elevados de escolaridade se afrouxou criminosamente o nível de exigência, ao invés de capacitar os estudantes para acompanhar os altos níveis que precisam ser estabelecidos para que se tenha uma sociedade apta cultural e cientificamente para acompanhar o progresso do mundo moderno e para ser consciente dos problemas que os poderosos estão provocando no mundo para satisfazer sua ganância. O povo tem que ser muito bem instruído mesmo. Muito inteligente. Muito capaz. E isso não se consegue com um sistema educacional frouxo. O igualitarismo que é preciso ser estabelecido na sociedade tem que ser uma igualdade nivelada por cima e não por baixo. Todo mundo rico, todo mundo culto, todo mundo inteligente, todo mundo bem capaz.

View more

O extremismo sempre será perigoso?

William
Sempre, nunca, tudo, nada, são palavras que não se deve usar. Extremismo quase sempre é algo, de fato, muito ruim. Mas pode ser que, em algum caso, não seja.

View more

Me dê dicas de livros de filosofia com literatura difícil se possível, por favor

anderson
Leia Kant, Hegel, Heidegger que você vai ver o que é hermeticismo filosófico.

View more

Você acha os livros de Nietzsche perturbadores? Se sim, qual deles é o mais perturbador?

Diego Ribeiro
Não acho que sejam perturbadores não. Mesmo não concordando com tudo o que ele diz, acho que sua atitude de desmascarar a hipocrisia filosófica foi algo extremamente benéfico para a filosofia e para o mundo. Coloco-o lado a lado com Darwin, Freud, Marx, Einstein e outros grandes nomes do fim do século XIX que produziram a grande virada filosófica, sociológica, política, científica e econômica com que foi inaugurado o século XX. Todos esses, atualmente, já têm várias opiniões devidamente enquadradas como equívocos mas, mesmo assim, foram de imensa importância para a liberação do pensamento das amarras religiosas e, mesmo, científicas cristalizadas. Sem falar dos grandes nomes das diversas artes que inauguraram os movimentos modernistas, mesmo descontando alguns excessos cometidos.

View more

Professor, pretendo começar a estudar pelos livros do PSSC após terminar o do hewitt. No entanto, notei que ele é bem aprofundado na teoria, mas não tem muitos exercícios de aplicação. Qual outro livro você recomenda para complementar a aplicação em exercícios?

Lucio Nathan
A questão é que a filosofia do PSSC, que advogo, é que, se você souber MUITO BEM a teoria, não precisa fazer muitos exercícios, que qualquer um que aparecer você resolve. A grande maioria dos livros atuais, que preparam para o ENEM e os vestibulares, apresentam apenas exercícios típicos, que não puxam pelo raciocínio mas apenas exigem um treinamento em solução de modelos padrões. Isso não faz ninguém saber Física pra valer mesmo. Como professor nunca, NUNCA MESMO, adotei esse comportamento nefasto. Inclusive porque não acho justo que alguém passe em qualquer exame se não estiver SABENDO o conteúdo, mas apenas porque é treinado em resolver problemas típicos. Isso é DESONESTO. Outro livro que recomendo é o "Física" do Jay Orear, da LTC (o volume único do nível médio - há uma versão em três volumes para faculdade).
https://www.traca.com.br/livro/139659/

View more

Next