Ask @wolfedler:

https://entendendobolsonaro.blogosfera.uol.com.br/2019/03/25/no-whatsapp-grupos-bolsonaristas-atacam-maia-com-meme-e-noticias-falsas/ parecem crianças.

Inventar mentiras a respeito de quem quer que seja, mesmo que seja nosso adversário ou desafeto é algo revelador de um caráter malsão, verdadeiramente pérfido. Antagonismo é algo legítimo, mas tem que ser disputado com argumentos comprovados e evidências fáticas verificadas. Isso é fazer política decente e pautada pela defesa dos interesses, não pessoais, mas da coletividade.

View more

https://ask.fm/wolfedler/answers/153503537437 Ataques do PSL à ‘velha política’ afastam aliados de Bolsonaro: https://oglobo.globo.com/brasil/ataques-do-psl-velha-politica-afastam-aliados-de-bolsonaro-23546356 está claro agora? eu estou com a razão! VIVA A VELHA POLÍTICA!

eduardo
Não está com nenhuma razão não! Essa velha política tem que ser morta e sepultada, pelo menos por alguns milhões de anos. Se aliados se afastaram por isso, então é melhor não os ter como aliados. Políticos têm que ser aliados é do povo. Tanto os legisladores quanto os executores. Se o governo fizer uma proposta benéfica, que se vote a favor, independentemente de que partido se seja. E se fizer uma proposta maléfica, que se vote contra, mesmo que se seja do partido do governo ou algum aliado seu. É assim que a política tem que ser feita por pessoas decentes. E pessoas que não sejam decentes não podem ser políticas.

View more

deixa eu resumir: Velha política = toma lá dá cá = Governabilidade. Nova política = pressão popular = confusão e jogo de poderes entre os políticos. você acha que o povo vai ficar no pé dos políticos? deixa de ser iludido. até quando vc vai aguentar esse jogo de poderes imundo? deixa roubar!

eduardo
Nenhuma dessas é admissível. A verdadeira política é a que atende aos interesses da população sem que seja preciso nenhuma compensação para os políticos. O simples fato de ter sido eleito para representar os interesses do povo já tem que ser galardão suficiente para se dar por satisfeito, nem precisando receber salário nenhum. Mas eles, até, recebem salário, e bom. Não tinha que ter "penduricalho" nenhum. Como é na Suécia. Senão o Brasil não vai se emendar. Não tem que deixar roubar coisa nenhuma. E se roubou, como político, a penalização teria que ser extremamente mais rigorosa. Do tipo que a pessoa, de vergonha, se suicida, como acontece no Japão. Políticos, magistrados e funcionários públicos que cometessem crimes contra a nação, não poderiam ter a menor regalia (como sursis) e terem suas penas, pelo menos, duplicadas.

View more

Como ter acesso a todos os convites de programas musicais, já realizados, para consulta? E a Rádio Universitária manterá os áudios dos seus programas?

Auxiliadora Irber
Vou salvar nas nuvens e publicar o link. Quanto aos programas, só a partir de junho de 2016 é que eles passaram a ser gravados. De 1997 até então, eles eram transmitidos ao vivo, sem gravação. Também vou criar uma pasta nas nuvens para deixá-los, mas isso demora mais.

View more

você comete suicídio político ao afirmar que em uma sociedade onde prevalecerá a ética superlativa, jamais alcançaremos tal utopia, não há como padronizar a condição humana, sempre haverá questionamentos sobre o sentido da vida, sempre haverá suicídio por falta de sentido, independentemente dos

lex
ideais éticos, a vida não tem sentido inerente e, isso certamente que explodirá em uma sociedade prevalecemente ética e questionadora.
Resposta: De modo nenhum. Fazer prevalecer a ética na sociedade e, portanto, na política e na economia não é suicídio nenhum. Tampouco implica em nenhuma padronização da condição e do fazer humanos. Toda a pluralidade e diversidade de modos de ser podem perfeitamente existir em completo atendimento aos princípios éticos. Construir uma sociedade totalmente ética é um ideal que pode, deve e tem que ser perseguido por toda pessoa de bem. E isso é algo que confere um grande sentido à vida, completamente independente de qualquer concepção do tipo religiosa, que confere um sentido extrínseco à vida. A luta pelo prevalecimento do bem e a erradicação do mal, visando a construção de um mundo bom é altamente significativa e de um valor imenso por si mesma, sem nenhuma referência a nada fora dela. Optar por essa concepção de vida, de modo nenhum, é um suicídio político. Pelo contrário. É uma afirmação de que política é algo de grande valor e condição de conferência de significado à vida e estabelecimento da harmonia, fraternidade, justiça, equidade, paz e prosperidade para o mundo. Quanto a ser ética e questionadora, isso é que se tem que pretender que a sociedade o seja. Isso é que é bom. Para que todos sejam responsáveis e conscientes, é preciso que todos sejam muito bem informados e esclarecidos sobre a falta de significado intrínseco da vida e a necessidade de se dar um significado a ela pela opção pela ética, pelo bem e pelo esforço em tornar o mundo bom. Sem os engodos das religiões.

View more

https://oglobo.globo.com/mundo/2019/03/24/2273-presidente-do-chile-critica-bolsonaro-por-afirmacoes-infelizes-sobre-ditaduras impressionante as frases que esse asno diz. Triste tê-lo como presidente.

De fato. Triste figura a representar a nação brasileira. O pior é que não se tem nenhuma alternativa satisfatória. Colocar alguém do PT ou de outros desses partidos ditos (impropriamente) de "esquerda" seria um desastre. Os outros, ditos "de centro" são liderados por políticos venais e corruptos (como os de "esquerda" e "direita" também). Estamos num "mato sem cachorro".

View more

https://ask.fm/wolfedler/answers/153494278173 promover a divulgação imediata de notícias no mundo inteiro com ressalvas, né? Há muitos lugares em que a internet não é totalmente livre, e acho que os números são maiores do que se imagina: https://en.wikipedia.org/wiki/Internet_censorship

Essas ressalvas é que têm que ser abolidas por um esforço internacional de derrubada de todos os regimes autoritários e cerceadores das liberdades.

View more

Carmem miranda foi uma capacha do imperalismo e da politica de boa vizinhança ou uma grande ícone da cultura brasileira?

Refutador universal
Ela foi um ícone da cultura brasileira sim. Mas também colaborou com o esforço norte-americano de cooptar o Brasil para seu esforço de guerra contra a Alemanha e o Japão. Todavia esse esforço era algo de valor em relação às posturas políticas e militares dos países do eixo. O mesmo aconteceu com Walt Disney ao criar o "Zé Carioca". A opção final de Getúlio ao se unir aos aliados contra o eixo foi a preferível, em vez de sua inicial simpatia pela Alemanha nazista.

View more

"Nunca houve comunismo no mundo." É sempre a mesma lorota! Enquanto não chega o "comunismo", o que há, NA PRÁTICA, é genocídio. Claro, pois o comunismo é a cenoura dos burros! Se você é contra, você é malvadão. E como os manipulados reagem? Matam! Afinal, quem seria contra o paraíso terrestre?!

Donald Trump
Não mesmo! Tudo o que foi chamado de "comunismo", absolutamente não foi (e não é, onde ainda há) comunismo. E um sistema que, economicamente, é um "capitalismo de estado" e, politicamente, um totalitarismo autocrático do dito "Partido Comunista". Sendo pois governado por um governo ditatorial e policialesco que promove a restrição das liberdades e a perseguição a qualquer oposição, com a eliminação dos contestadores. Isso é algo, de fato, horrível e completamente inadmissível. Mas, absolutamente, não é comunismo. Comunismo ainda não se deu neste planeta. Comunismo, como sistema econômico, e anarquismo, como sistema político, são, realmente, o paraíso na Terra. Só que não podem ser impostos nem implantados. Têm que ser atingidos por evolução civilizatória da humanidade. Ser contra esse dito (impropriamente) "comunismo" é um dever inescapável de ética. Do mesmo modo que ser contra o "capitalismo", que é o sistema econômico (e não político) em que existem patrões e empregados. Por enquanto o único sistema político aceitável é a democracia, preferencialmente na forma de uma república parlamentarista. E o sistema econômico aceitável (até que se possa estabelecer o comunismo) é um socialismo, que é uma modalidade de capitalismo controlada pelo governo para impedir a exploração do empresariado sobre os trabalhadores e garantir o bem geral da população. Mas dentro de uma democracia.

View more

"foi uma tremenda exploração" Claro, até porque trabalhar no campo era uma maravilha!!! Na fábrica era melhor do que no campo. E ser camponês era melhor que viver na pré-história. É assim mesmo, ora!

Donald Trump
Mudar o trabalho rural pelo trabalho industrial, na revolução industrial, não foi melhoria nenhuma. Continuaram os trabalhadores a serem escravos do trabalho, só que, agora, de um salário, como empregados. Foi bom para os industriais. A riqueza da Inglaterra e, depois, da Alemanha, da França, dos Estados Unidos se deveu ao enriquecimento de suas elites econômicas e não do povo. Só aos poucos é que o povo foi conquistando seus direitos. E falta o principal: acabar com o emprego e fazer de todo trabalhador um sócio. Comunismo não é acabar com a burguesia. É acabar com o proletariado e tornar todo mundo burguês.

View more

Dizer que sem capitalismo a riqueza seria melhor distribuída não passa de uma opinião sua. Todas tentativas de substituir o capitalismo terminaram em genocídio.

Donald Trump
Não é uma opinião. É uma constatação lógica. O problema é que não se fez, até hoje, nenhuma verdadeira substituição do capitalismo. O que se fez, nos países que foram chamados (impropriamente) de "comunistas", foi a substituição dos patrões privados pelo patrão estatal, continuando os trabalhadores empregados de um único patrão. E, ao lado dessa mudança no sistema econômico, a substituição do sistema político por um sistema autocrático, para garantir o poder exclusivo do estado. Isso não é comunismo coisa nenhuma. Nunca houve comunismo no mundo. Para começar, comunismo é um sistema ECONÔMICO, e não político. É o sistema em que os meios de produção são "COMUNS", isto é, não há nem patrão nem empregado. Todos os trabalhadores são sócios dos empreendimentos. O trabalho é um tipo de capital também. Não haver capitalismo não é não haver capital e sim que o capital não fique na mão de alguns enquanto a maioria trabalha por salário, mas que o capital seja compartilhado por todos os trabalhadores, isto é, que todos sejam trabalhadores e, ao mesmo tempo, donos. Sem patrão e nem empregado. Isso nunca foi feito. E, para ser feito, tem que ser feito de forma completamente democrática, legítima e legal.

View more

Veja só como você é um charlatão (se não responder, postarei no meu perfil te marcando). Qual era a porcentagem da população miserável antes da revolução industrial? 94%! Quanto é hoje? 10% (e diminuindo)! Minha nossa, como o capitalismo é malvadão!

Donald Trump
Se não houvesse capitalismo e se o capital fosse compartilhado por todos, sem que ninguém fosse empregado, a riqueza seria muito melhor distribuída e não haveria miserável nenhum. O progresso se deveu não ao fato do sistema econômico ser capitalista (isto é, de haver patrões e empregados) e sim ao fato de que houve a revolução industrial. Que, aliás, no começo, foi uma tremenda exploração dos trabalhadores empregados por seus empregadores. Trabalhador não é para ser empregado. É para ser sócio. O trabalho é uma forma de capital. Isso é que é o comunismo e não esse regime ditatorial em que o estado é o dono de tudo e o patrão de todos. Isso é péssimo, mas é um tipo de capitalismo, até pior do que o capitalismo privado.

View more

Quem é a pessoa que mais te protege na tua família? '-'

ㅤ'-'
Não sou protegido por ninguém e nunca fui. Em verdade nunca tive necessidade de ser protegido. Sempre dei conta de proteger a mim mesmo. Claro que, na infância, meus pais me protegiam. Em verdade, contudo, nunca houve nenhuma ocasião em que eu tivesse tido a necessidade dessa proteção, em razão de alguma agressão por parte de alguém. Mesmo que não fosse uma agressão física.

View more

Cite alguns filósofos que você acha que não foram necessariamente geniais, mas que suas contribuições hojem fazem parte de grandes bibliotecas mundiais, abordando problemas de forma penetrante e propondo soluções de muitos "enigmas" e revolucionando o modo de se "pensar".

Pabis Zanin
Geniais, em qualquer atividade, são muito poucas pessoas na história do mundo. Na Filosofia eu coloco Aristóteles, Tomás de Aquino, Descartes, Hume, Kant e Hegel. Mas houve vários de grande importância, sem terem sido geniais, como Spinoza, Shoppenhauer, Nietzsche, Russell, Wittgenstein e outros.

View more

Next